quarta-feira, 22 de abril de 2009

A Maior riqueza de nossa Catingueira, e é claro, maior fonte de curimatã e tucunaré.

O açude cachoeira dos cegos que foi construído na comunidade Várzea do Ovo, no período 1992 a 1995, com uma capacidade de 71.772.000 m³, recebendo o nome Açude do Cego devido a um morador do local que sofria com sua incapacidade visual.
A bacia hídrica, uma represa, localiza-se totalmente na região norte do município de Catingueira, numa extensão de 13 km de represa, que atualmente abastece a cidade. Sua comporta libera água para uma pequena parte do município de Catingueira e para todo o município de Emas. A área de montante beneficia diretamente 150 famílias, rica na produção de peixes e grande potencial, principalmente para agro-turismo, onde já existem na comunidade Bento Sousa dois pontos turísticos com banhos, principalmente nos fins de semana, com serviços de bares e restaurantes, além de outras áreas e represas dentro do açude, onde podem ser construídos hotéis e pousadas exclusivas. Existe acesso durante todo o ano e distante apenas 5 km da cidade e 2 km da BR-361.

Devido às intensas chuvas caídas no município de Catingueira este ano, o cenário visto de cima da serra é belíssimo, haja vista que, além da imensa mata verde, o açude do Cego encontra-se na sua capacidade máxima, deixando o lugar ainda mais atraente aos olhos de quem vê.

Para os agricultores, como toda a população, o açude do Cego estando cheio, é motivo de agradecimento a Deus pelas chuvas recebidas, tendo em vista que, será um ano de muita produção e principalmente fartura, onde o trabalhador rural, em especial, terá certa folga para adquirir mais sustentabilidade nas terras do sertão paraibano.

















Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...