sexta-feira, 4 de março de 2011

Cícero compara Ricardo Coutinho com ditador da Líbia

Cícero Lucena cita trajetória de Ricardo e usa discurso de Manoel Júnior ao comparar socialista a ditador da Líbia.

Depois do deputado federal Manoel Júnior (PMDB) comparar o governador Ricardo Coutinho (PSB) ao presidente da Líbia, hoje foi à vez do senador tucano, Cícero Lucena, fazer o mesmo. Em entrevista ao programa Rede Verdade, Cícero disse que os problemas com a saúde e com os policiais não eram para ser resolvidos na justiça, como ‘Ricardo Kaddafi quer fazer’. Cícero foi mais além, e também comparou o gestor socialista a Saddam Hussen.

Cícero lembrou o período em que foi prefeito da Capital e garantiu que deixou a prefeitura de João Pessoa com 6 mil funcionários e agora tem 8 mil. Segundo o senador, desses oito, pelo menos 4 mil foram admitidos em pleno período eleitoral para o governo do estado. “O governador não pode achar que dificuldades de governo podem ser resolvidas por decreto”, falou.

Cícero vai mais além e apela para que Ricardo Coutinho dialogue com as categorias.

“Quando houver problema na área de saúde ele também vai resolver por medida na justiça para proibir greve. É com diálogo que resolvemos isso. Não apresenta os números! Não receber as lideranças!. Quantas vezes Ricardo ia para porta de prefeitura, ia para cima do carro de som, se juntava com A, com B para defender os direitos das categorias. Hoje ninguém pode falar isso”, criticou, referindo-se ao que considerou uma Imprensa que não tem mostrado todos os lados da verdade.

“Os policiais não queriam mais falar com uma parte da imprensa porque essa Imprensa não queria mais falar mal do governo. Os últimos exemplos de unanimidade que tivemos no mundo foram o kaddafi, Saddam Hussein. O povo paraibano é um povo de bom coração, mas não aceita um tirano no governo”, alfineta.




PB Agora


Seja o primeiro a comentar!

Comentarios(s):

#