domingo, 12 de fevereiro de 2012

Diretor do Presídio Regional de Patos é exonerado

O Diário Oficial do Estado da Paraíba, edição desta sexta-feira, dia 10, trouxe a exoneração do diretor do Presídio Regional de Patos que tinha Estênio da Nóbrega Dantas à frente. Em lugar do diretor foi nomeado Demétrius Dias Mendonça, que respondia como diretor adjunto.

Estênio Dantas passou pouco tempo à frente da direção do Presídio Regional Dr. Romero Nóbrega em Patos. Estênio teve uma passagem conturbada com dois episódios que foram destaque em nível estadual. A morte de Marcelo Torres de Mesquita, conhecido como Marcelo Oliveira, preso na operação de referência nacional chamada de ‘Laços de Sangue’, morte que aconteceu dentro do Presídio em um incêndio. Depois o carro de Estênio foi alvejado a balas próximo ao presidio, possivelmente por retaliação a morte do preso em questão.

Administrar presídios não é uma tarefa fácil, ainda mais quando se é regional. A pressão sobre as direções desses locais que tem presos de diversos níveis de crimes, superlotações, busca de regalias por alguns apenados e ainda a influência que muitos exercem fora das prisões dão as direções responsabilidades enormes.

O governo de Ricardo Coutinho - PSB não tem deixado as nomeações de setores da segurança pública sofrerem influências de políticos locais. Todas as nomeações obedecem a critérios técnicos e passam por a chamada ‘Cúpula de Segurança Pública’.





Fonte: Jozivan Antero – patosonline.com



Seja o primeiro a comentar!

Comentarios(s):

#