quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Deputado que chamou Hugo Motta de “moleque” é punido pela Câmara

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, comandada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), aplicou a simbólica punição de “censura escrita” ao deputado Edmilson Rodrigues (PSOL-PA) por ter chamado o presidente da CPI da Petrobras, Hugo Motta (PMDB-PB), de “moleque na sessão inicial da comissão, em março.

Motta, que tem 26 anos, foi alvo de reclamações naquela sessão ao tentar criar sub-relatorias para a CPI sem submeter a decisão aos demais integrantes da comissão.

A punição foi publicada no Diário Oficial da Câmara nesta quarta-feira (16), após um parecer do corregedor da Casa, deputado Carlos Manato (SD-ES).

Embora não tenha efeitos práticos contra o parlamentar, o caso provocou bate-boca no plenário da Câmara entre deputados do PSOL e o presidente da Câmara.

Isso porque os parlamentares acusaram Cunha de “engavetar” os pedidos do PSOL à corregedoria para abrir processo contra os parlamentares investigados na Operação Lava Jato, dentre os quais se inclui o presidente da Câmara.

O corregedor, Carlos Manato, diz que ainda não recebeu os pedidos do PSOL -que precisam passar primeiro pela Mesa Diretora, comandada por Cunha.

Ouvido anteriormente pela reportagem, Edmilson sustentou que não chamou Motta de “moleque”, mas que disse a ele “não amoleque esta CPI”.


Fonte Folha de S.Paulo



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...