quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Greve dos bancários segue sem previsão de término

Quase quatro mil trabalhadores das instituições vbancárias já aderiram à paralisação em todo estado e a greve segue sem previsão de término.

A categoria reivindica reajuste salarial de 16%,, PLR: 3 salários mais R$7.246,82, piso: R$3.299,66 (equivalente ao salário mínimo do Dieese em valores de junho último), vales alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá: R$788,00 ao mês para cada (salário mínimo nacional), melhores condições de trabalho, entre outros pedidos.

O presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Marcos Henrique, disse na tarde desta quarta-feira (14) que o Comando Nacional de Greve dos Bancários ainda não recebeu indicativo dos banqueiros para melhorar a proposta à categoria.

Segundo o sindicalista, a greve que entrou hoje em seu nono dia, já atinge 92% das agências da base do sindicato, que engloba 150 municípios paraibanos.

Marcos Henrique acusa a classe patronal de intransigência em não atender às reivindicações dos bancários . "Ainda não temos nenhuma reunião prevista, nada agendado e a paralisação continua firme", ressaltou.

Fonte maispatos


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...