sábado, 10 de outubro de 2015

Ricardo Coutinho estará em Mãe d’Água para assinar Ordem de Serviço de adutora

Em meio a crise hídrica pela qual passa o Nordeste Brasileiro, a população do município de Mãe d’Água-PB, distante da capital João Pessoa 350,5 Km, aguarda com expectativa a confirmação de uma excelente notícia: a vinda do governador do estado Ricardo Coutinho (PSB) ao município nos próximos dias, para assinatura da Ordem de Serviço de construção da adutora que levará água aos moradores a partir do açude Capoeira, localizado no vizinho município de Stª Terezinha-PB.

De acordo com as primeiras informações, a adutora, que adotará o modelo de montagem rápida, percorrerá pouco mais de 18,5 Km do açude Capoeira até a sede do município em uma tubulação de 200mm, o que segundo levantamentos, serão suficientes para abastecer os cerca de 4.035 habitantes que atualmente são abastecidos por carros pipas.

Na próxima Quarta feira (14) o Governo do Estado estará homologando a licitação com a empresa vencedora, (cujo nome ainda foi revelado) e a expectativa é a de que na semana seguinte o chefe do poder executivo estadual esteja no município assinando a Ordem de Serviço.

A prefeita Margarida Fragoso (Margarida Tota), PPS, disse que esta será mais uma grande conquista dos maedaguenses junto ao Governo do Estado. “Primeiro nós conseguimos realizar o sonho de 50 anos que foi a pavimentação asfáltica da PB-276 que nos tirou, a exemplo de outras cidades, e como bem diz o governador Ricardo Coutinho, do isolamento. E agora o abastecimento de água de nossa cidade através de rede adutora, que era outro grande sonho nosso e que finalmente se concretiza”, comemorou a prefeita.



ABASTECIMENTO



Atualmente o município de Mãe d’Água é abastecido através de carros pipa que pegam água de poços artesianos, abertos principalmente no Rio da Cruz, que corta a cidade. De acordo com o secretário de Infraestrutura do município, Rivaldo Campos, 42, outros 03 poços profundos foram abertos ao redor da cidade, “Mas com esse ciclo de estiagem e que já dura mais de 04 anos, nossas reservas hídricas estão praticamente extintas”, revelou. “Nossa situação é tão crítica, que estamos pegando água no açude do Buiú, que fica no vizinho município de Olho d’água, mas as dificuldades para o transporte são muitas por conta do nosso relevo formado em sua maioria por serras”, completou Campos. “Com a adutora, que será construída no modelo ‘montagem rápida’, em breve vamos acabar com esse sofrimento.” Concluiu o secretário.



Fonte Assessoria


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...