segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Paraibana morre na Bahia horas depois de dar à luz e postar foto do filho nas redes sociais

A jovem Maria Roberto, 19 anos, morreu no fim de semana de embolia pulmonar horas de depois de dar à luz um bebê do sexo masculino. O caso aconteceu na cidade de Ibititá, no Sertão da Bahia. Ela era paraibana e o corpo foi sepultado nesse domingo (23), na cidade de Carrapateira, a 384 km de João Pessoa.

Leia mais Notícias do Portal Correio

Parentes informaram que a jovem teve um parto cesárea em um hospital particular baiano e horas depois, ainda na unidade médica, começou a passar mal. Os médicos ainda tentaram reanimá-la, mas Maria Roberto morreu. O corpo da jovem foi enterrado no cemitério de Carrapateira sob forte comoção dos amigos e familiares.

A morte da jovem ocorreu horas depois dela postar uma foto da criança no instagram e comemorar a dádiva de ser mãe. “Filhão ?! ?????????? Meu príncipe lindo, meu anjo, meu amor, meu tuuuuuudo... Que coisa mais linda da mamãe, Deus faz tudo perfeito, meu anjinho do céu ?????? MAMÃE ESTÁ BA-BAN-DO ?? meu Deus, obrigada por me dar essa oportunidade de ser mãe, obrigada por esse anjo. João Lucca, a mamãe te ama mais que tudo nesse MUNDO! ??☺????? Você hoje estava dentro de mim e agora já está em meus braços, sentindo o meu calor, cheio de saúde, graças a Deus! ?? Obrigada a todos que estavam em orações, deu tudo certo, graças ao nosso bom Deus! ???? #JoãoLuccanasceu#opríncipemaislindo#mamãebabona#ObrigadaDeus (sic)”, comentou na postagem.

Embolia pulmonar

Especialistas ouvidos pelo Portal Correio informaram que além de gestantes e mulheres no pós-parto, idosos, fumantes e pessoas que passaram por cirurgia têm mais pré-disposição para desenvolver o problema. Nessas circunstâncias o sangue circula menos e um coágulo pode aparecer na parede das veias, se soltar e fazer o mesmo caminho do sangue até chegar ao pulmão. Dependendo do tamanho do coágulo, as consequências são graves.

“A gravidez é um momento grande de formação dos trombos. Esses trombos, que são coágulos de sangue, podem migrar para qualquer parte do corpo, mas quando vão para o pulmão, em muitos casos, é fatal”, disse Gilka Paiva, ginecologista e obstetra.

Para o obstetra Alírio Batista, caso de embolia pulmonar pós-parto é raro. “A embolia pulmonar tem como prevê durante a gestação. Alguns cuidados devem ser feitos para a circular do sangue durante a gravidez porque após a gravidez, o útero sangra muito e quando o líquido migra para outro órgão ocorrem as complicações”, falou.

Fonte Por Hyldo Pereira


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...