segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Preço dos combustíveis teve novo aumento nesta segunda (16)

Os postos de combustíveis da Paraíba promovem reajuste nos preços a partir desta segunda-feira (16). Com o aumento, o preço médio do litro do etanol sobe de R$ 2,40 para R$ 2,49; o óleo diesel passa de R$ 2,75 para R$ 2,85; e o GNV sobe de R$ 2,18 para R$ 2,30. Esse é o sétimo aumento só neste ano.

Na última quinta-feira (12), houve um novo aumento no preço do etanol, que ficou R$ 0,14 (quatorze centavos) mais caro na Paraíba. O Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e Derivados de Petróleo (Sindipetro-PB), mais uma vez, cobrou providências dos órgãos fiscalizadores, revelou preocupação com os sucessivos reajustes aplicados pelas distribuidoras e projetou etanol no preço da gasolina nos próximos dias.

O presidente do Sindipetro-PB, Omar Hamad Filho, afirmou que o Sindicato formulará novas denúncias ao Ministério Público Estadual e Procon de João Pessoa. "Com esse novo reajuste, as distribuidores já elevaram o etanol em quase R$ 0,50 (cinqüenta centavos) nos últimos 20 dias e nenhuma justificativa plausível foi apresentada até o momento", relatou.

A autorização do reajuste foi dada pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) e publicada no Diário Oficial da União (DOU) da última terça-feira (10). Além da Paraíba, a medida de reajuste dos preços vale também para os estados de Alagoas, Amapá, Bahia, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Santa Catarina e São Paulo, além do Distrito Federal.

De acordo com Omar Hamad Filho, além dos maiores custos para o anidro, também tem impacto no preço final o incremento da carga fiscal. A maior parte dos estados brasileiros realiza a tributação de ICMS por Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF), que usa como base de cálculo do imposto uma média de preços do mercado. Quando os preços sobem, aumenta também a base de cálculo e o tributo cobrado. "Na Paraíba isso também é assim", finalizou o presidente do Sindipetro-PB.




Fonte maispatos


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...