quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Presidentes da AESA e ANA confirmam em Patos situação crítica no abastecimento de água no Sertão.

Os representantes da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (AESA) e da Agência Nacional de Águas (ANA), João Fernandes e Paulo Varella, respectivamente, concederam entrevista recente à imprensa local e, na oportunidade, explicaram as providências urgentes que tomarão no tocante ao abastecimento de água proveniente do açude de Coremas e de Mãe D´água. O dois participaram de uma reunião no Ministério Público para tratar do tema.

Segundo João Fernandes:

“Coremas sempre abasteceu a adutora Piancó-Piranhas, e Mãe D’água funciona como uma espécie de reserva técnica. E agora precisamos tirar mais água de Coremas e administrar da melhor forma essas águas, fazendo um revezamento de um açude com o outro. Há mais de quatro anos que chove abaixo da média, e assim o consumo vai diminuindo o abastecimento existente. Teremos que fazer algumas restrições, ou seja, se for preciso diminuir os dias com água, iremos diminuir para que cheguemos até 2017”.


Já o presidente da Agência Nacional das Águas (ANA), Paulo Varella, considerou:

“A situação é grave, o impacto desses quatro anos de seca nos coloca na pior situação da história recente em termos de reservatórios de água. E a perspectiva de uma possibilidade de nova seca em 2016, pode nos levar a uma situação gravíssima. Estamos tentando fazer o uso mais eficiente da água por meio de uma economia”.



Fonte Patosonline


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...