segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

BARBARIDADE: Idosa é estuprada e assassinada na Comunidade Rural Campo Comprido, em Patos

Um caso intrigante de homicídio ocorrido neste domingo, dia 17, na Comunidade Rural Campo Comprido, Município de Patos, acabou sendo esclarecido apenas depois que o corpo da idosa Maria Araújo Barbosa, conhecida por Maria de Daú, 81 anos, passou por perícia na Unidade de Medicina e Odontologia Legal (NUMOL) da cidade de Patos.

Equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi chamada a comunidade rural para atender a idosa que estava desacordada. O SAMU ao chegar à residência da idosa, que morava sozinha, confirmou que a paciente estava sem vida, no entanto, não se verificou no primeiro momento sinais de agressão achando se tratar de morte natural.

Após a idosa ser periciada no NUMOL, os legistas identificaram que a senhora Maria Araújo foi estuprada. A perícia também confirmou que a vítima estava com uma fratura na cabeça e havia sinais nos pulsos de que alguém teria segurado à idosa. A vítima teria tentado reagir às agressões e a causa da morte foi dada como traumatismo craniano.

A Polícia Militar ainda encontrou sinais de invasão na casa, pois o telhado de determinado local da residência estava danificado podendo ter dado acesso a alguém pelo espaço. A vítima foi encontrada por um trabalhador da localidade rural que avisou as autoridades de saúde que depois acionaram a Polícia.

O sanfoneiro Rogério do Acordeon, parente da vítima, disse que o caso chocou a família e a comunidade rural. Rogério também relatou que o fato pode estar ligado a problemas de posse de terra, porém relatou que espera justiça e que o fato do assassinato seja esclarecido.

O Delegado Diego Beltrão, que acompanha o caso, disse que a Polícia está em campo para tentar elucidar o homicídio e classificou como perversidade e tortura o ocorrido.







Fonte Jozivan Antero – Patosonline.com


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...