quinta-feira, 3 de março de 2016

Açude de Coremas com 9,1% de sua capacidade, preocupa sertanejos; Imagens

O extensionista da Emater, Zildo Vicente Leite, residente no Município de Coremas, anda preocupado com o baixo volume de água que apresenta hoje a principal caixa dágua no Sertão: Açude Esteves Marinho.

- Imagens recentes do açude Estevam Marinho em Coremas (PB), a situação é muito grave no quesito armazenamento de água, pois o açude só está com 9,1%, ou seja, 53.908.724m³ de água, foi o que relatou, Zildo Vicente Leite

A Agência Nacional de Águas (ANA) autorizou o aumento da vazão de água vinda da barragem Coremas, na Paraíba, para reforçar o abastecimento na cidade de Caicó, município da região do Seridó norte-riograndense no ano passado.

De acordo com a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), a vazão de água proveniente da barragem é de três mil metros cúbicos de água, mas será insuficiente para retirar a cidade do sistema de rodízio no abastecimento. A Caern afirma que seria necessário ampliar a vazão para 5 metros cúbicos por segundo. O pior que parte da água que sai do Coremas com destino ao Rio Grande do Norte, parte é perdida no percurso com desvios diversos.

“Todos pensam que Coremas está no Rio Piranhas que é interestadual, e não está, na verdade está em solo paraibano, então é justo que o gerenciamento seja feito pelo nosso estado”, disse o Deputado Renato Gadelha (PSC) em recente visita ao Manancial.



Com 1 bilhão e 350 milhões de metros cúbicos de capacidade, atualmente com 9,1%, ou seja, 53.908.724m³ de água os sertanejos estão preocupados, caso não chova suficientemente esse mês der um colapso no abastecimento de água humano.


Fonte folhadosertão


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...