sexta-feira, 11 de março de 2016

Ex-prefeito da PB, preso após “erro” da polícia é solto; mandado estava suspenso, mas constava em aberto

Já está solto o ex-prefeito Francisco Gilson Mendes Luiz, do município de Nazarezinho, no Sertão da Paraíba, que foi detido “por engano” na manhã desta sexta-feira (11), em cumprimento a um mandado judicial que constava em aberto.

Segundo o advogado do ex-gestor Fabrício Abrantes, o mandato de prisão estava sem efeito desde o dia 04 de fevereiro.

“Há mais de um mês que esse mandado estava sem efeito e deram cumprimento a ele de forma desproporcional, abusiva e ilegal. Contudo já agora de manhã eu obtive a certidão da 8ª Vara de Sousa ratificando essa suspensão do mandado e o ex-prefeito já está na sua casa, com seus familiares e amigos”, disse.

O ex-prefeito, conforme o advogado, ficou quase três horas, e só foi solto após a apresentação da certidão negativa expedida pela Justiça.

A prisão do ex-gestor, conforme o advogado, provocou um dano moral e à imagem da vítima e o Estado poderá responder pelo constrangimento causado em uma ação de indenização de reparação por danos morais em função de todo o estardalhaço causado.

“Mediante a divulgação de tudo isso, existe uma carga que mancha a imagem e a honra do ex-prefeito de Nazerezinho e por isso deveremos tomar as medidas cabíveis”, disse.

De acordo com o delegado, a equipe de agentes prendeu o ex-prefeito porque o mandado ainda estava no Banco Nacional de Mandados de Prisão do Conselho Nacional de Justiça.O ex-prefeito acumula processos por improbidade administrativa e já foi condenado a cinco anos e 10 meses de prisão em regime semi-aberto.

Francisco Gilson Mendes Luiz foi prefeito de Nazerezinho de janeiro de 2005 até dezembro de 2008 e desde então não esboçou mais nenhuma pretensão política partidária.



Fonte PB Agora


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...