sexta-feira, 4 de março de 2016

Morre sétima vítima de acidente entre Paulista e São Bento, no Sertão da PB

Mulher estava internada em estado grave desde o dia do acidente.
Segundo Hospital de Trauma, vítima não resistiu a parada cardíaca.

Morreu nesta quinta-feira (3), no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, Marieli Araújo, de 27 anos. Ela é a sétima vítima a morrer depois do acidente envolvendo dois carros na rodovia estadual PB-293, entre as cidades de Paulista e São Bento, no Sertão paraibano. A mulher estava internada, em estado grave, desde o dia do acidente e morreu após sofrer uma parada cardíaca, segundo o hospital.

De acordo com o diretor do Hospital de Trauma, o médico Geraldo Medeiros, a vítima sofreu uma série de contusões cerebrais no acidente e já estava com o quadro de saúde grave. “Na semana passada, ela teve uma pequena melhora, mas, em seguida, já começou a apresentar sinais de falência cerebral", disse. Nesta quinta-feira (3), a jovem sofreu uma parada cardíaca e não resistiu.

O acidente aconteceu na noite do dia 8 de fevereiro deste ano. Três pessoas morreram na hora e outras duas ainda a caminho do hospital. No dia seguinte ao acidente, a sexta vítima morreu, também no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. As outras quatro pessoas sobreviventes estão fora de perigo.

De acordo com o relato de testemunhas, um utilitário de cor prata e um GM Monza vermelho bateram de frente depois que um deles tentou fazer uma ultrapassagem proibida. No Monza, que seguia no sentido Paulista - São Bento, viajavam sete pessoas. Das sete, três morreram ainda no local do acidente e outras duas pessoas morreram a caminho do hospital.
Entre os mortos estão o motorista do GM Monza vermelho identificado como Otimar Prince Lopes, de 36 anos, o filho dele Thiery Prince Lopes, de 8 anos, e a esposa dele Thatiane Duarte da Costa, de 27 anos.

As outras vítimas foram duas crianças de 5 e 4 anos que eram irmãos, Maria Clara Araújo Almeida e Hélio Flatyson Araújo Almeida, respectivamente. Os dois eram filhos de Marielli da Silva Araújo, de 27 anos, que foi a sétima vítima a morrer. O companheiro dela, Anderson Batista da Silva, fraturou as duas pernas e se recupera. Todos estavam no carro vermelho. Já a vítima Adalice Raimundo da Silva, de 73 anos, estava no carro Prata.

A principal suspeita da Polícia Civil é de que uma ultrapassagem proibida tenha sido a causa do acidente. “Segundo os levantamentos preliminares, o motorista do veículo vermelho foi tentar fazer uma ultrapassagem, colidindo frontalmente com o carro prata. Nossos levantamentos indicam que o motorista do carro vermelho seria o causador do acidente, sendo que ele morreu no local”, disse o delegado de Polícia Civil, Homero Perazzo, que investiga o caso.



Fonte Do G1 PB



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...