quinta-feira, 21 de abril de 2016

Polícia prende homem suspeito de vender armas para criminosos

Policiais civis da 17ª Delegacia Seccional de Itaporanga, no Sertão da Paraíba, localizada a cerca de 430 km de João Pessoa, cumpriram, na tarde desta quarta-feira (20), na cidade de Coremas, um mandado de busca e apreensão na residência de Joelton Araujo de Sousa, 36 anos, suspeito de comercializar de maneira ilegal armas de fogo na região.

Joelton começou a ser investigado depois que algumas informações foram repassadas para os policiais da área pelo telefone 197, Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds). Segundo as ligações, um homem que morava na zona rural de Coremas estaria vendendo armas para criminosos.

O trabalho de identificação do responsável por este crime começou há cerca de 30 dias. Várias buscas foram realizadas e nessa terça-feira (19) os agentes de investigação coordenados pela delegada Silvia Alencar conseguiram descobrir o local onde Joelton morava. Depois de algumas horas de campana, foi observada uma movimentação estranha na casa, comprovando que alguma coisa era comercializada no local.

Para descobrir o que acontecia no interior da residência foi pedido um mandado de busca e apreensão à Justiça. De posse do documento, os policiais entraram no sítio Riacho da Onça, na localidade Pau Ferrado, surpreendendo Joelton. No local foi encontrada uma espingarda calibre 12 de cano serrado. Os policiais também apreenderam cinco cartuchos calibre 12 intactos e vários saquinhos plásticos e fita isolante. Apesar dos sacos serem geralmente usados para embalar entorpecentes, nenhuma droga foi encontrada no local.

A espingarda calibre 12 que estava com Joelton tem as mesmas características da arma usada para praticar um duplo homicídio registrado no dia 17 de maio na cidade de Coremas. O crime, de acordo com testemunhas, foi praticado por dois homens encapuzados que estavam em uma moto preta. Eles abordaram as vítimas na rua Manoel Lino e disparam vários tiros de espingarda calibre 12 na direção do casal. Depois de cometer o crime os acusados teriam fugido na direção do município de São José da Lagoa Tapada.

Na época foram realizadas várias diligências, mas até agora a polícia ainda não conseguiu identificar nem descobrir o motivo do crime. “Se for comprovado que a arma apreendida hoje na casa de Joelton foi a usada para matar este casal, será uma pista importante para chegar até os responsáveis por este crime. A espingarda já foi encaminhada para o Instituto de Policia Cientifica (IPC), onde será submetida ao teste de confronto balístico”, disse o delegado seccional de Itaporanga, Glauber Fontes.


Joelton não informou à polícia como conseguiu a espingarda que estava com a numeração raspada e nem quis falar se ela foi usada para cometer o duplo homicídio. Ele foi ouvido na delegacia e autuado por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito, depois foi encaminhado para a Cadeia Pública de Coremas, onde vai ficar aguardando pela decisão da Justiça.



Fonte Folha do Sertão



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...