sábado, 14 de maio de 2016

Idosa foragida é presa na Paraíba por fraudes superiores a três milhões em quatro Estados

A Polícia Civil da Paraíba, através da Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa (DDF) prendeu Maria Martha Sobral Silva, 74 anos, pelo crime de estelionato, por fraudes relacionadas à emissão de documentos falsos, abertura de contas bancárias e negociações diversas (locação de imóveis, negociação de veículos), praticadas em pelo menos quatro estados, já tendo sido condenada pela justiça criminal da comarca de Natal/RN, desde o ano de 2012, estando foragida há mais de dois anos. Maria Martha é suspeita de agir em concurso com seu filho Fábio Vicente Sobral, médico oftalmologista da cidade de Patos/PB, destacando que os dois são suspeitos de terem desviado valores superiores a R$ 3.000.000,00 (três milhões de reais), respondendo a processos criminais nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Goiás e no Distrito Federal.

A polícia chegou até a idosa depois da prisão do filho dela, um médico preso por estelionato e falsidade ideológica no último dia 5 de maio. Segundo o delegado, eles estavam juntos quando o médico foi preso, porém, como não havia provas contra ela, ela foi liberada. Depois da divulgação da prisão dele, algumas vítimas se apresentaram e informaram que ela fazia parte do esquema.

No Rio Grande do Norte, a idosa foi condenada por fraudes envolvendo mais de R$ 2 milhões. Ela chegou a ser presa, mas ganhou o direito de responder em liberdade e fugiu. Na Paraíba, a polícia investiga desvios de cerca de R$ 1 milhão em João Pessoa e Patos. Ela também é investigada em Goiás e Distrito Federal, de acordo com o delegado.

A mulher está detida na Central de Polícia de João Pessoa e, como existe um mandado de prisão decorrente de sentença condenatória contra ela, vai ser levada à audiência de custódia na segunda-feira (16). Só então será decidido para que presídio ela vai ser levada. O filho dela teve a prisão em flagrante convertida em prisão preventiva e segue preso no 5º Batalhão de Polícia Militar.







Fonte Portal do Litoral com G1


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...