quinta-feira, 26 de maio de 2016

Morre terceira vítima de acidente na BR-230; Agricultor teve morte cerebral

O motorista do Corsa vermelho, envolvido no acidente do último sábado (21) na BR-230, faleceu na manhã desta quarta-feira (25) no Hospital de Trauma Senador Humberto Lucena, na capital paraibana.

Segundo informações da assessoria do hospital, a vítima teve morte cerebral.

Na última terça (24), em uma entrevista para a TV Arapuan, o tio da vítima, Jovelino Ferreira da Costa, que estava no banco de passageiros do veículo, contou como a tragédia aconteceu.

Se recuperando em casa dos ferimentos depois de ter recebido alta médica, ele confirmou que o Corolla prata que causou o acidente, sofreu um toque de uma caminhonete antes de capotar, invadir a faixa contrária e colidir de frente com o Corsa.

Na entrevista concedida ao repórter David Martins, Jovelino lembrou que ele ficou consciente depois da batida, com alguns cortes no rosto, mas ficou preso nas ferragens do veículo até a chegada dos bombeiros e socorristas.

O passageiro contou ainda que, assim que viu o carro prata vindo em sua direção, teve a certeza da morte por conta da alta velocidade. Quem dirigia o veículo vermelho onde estava o homem era o seu sobrinho, que havia chegada há pouco tempo do interior do Estado para tentar uma vida nova na capital paraibana.

“Meu sobrinho olhou para mim dizendo que estava morrendo e respondi que Deus não iria permitir essa tragédia. Eu queria fazer alguma coisa por ele, mas o teto do carro ficou sobre nós e me deixou imprensado”, relatou.

Jovelino é autônomo e sustentava financeiramente a sua casa e agora, sem poder trabalhar, passa por dificuldades. Ele pede que, quem puder ajudá-lo, pode ligar para o telefone dele: (83) 987663707.

A Polícia Civil, que investiga o caso, informou que quem tiver informações sobre o acidente, pode ligar para 197, com sigilo garantido.

Perícia- A Polícia Rodoviária Federal realizou na manhã desta quarta-feira (25), às 5h00, fechou o trecho onde ocorreu ao acidente para realizar a perícia do local. A ação aconteceu depois que o Sindicato dos Peritos Oficiais da Paraíba acionou o Ministério Público pela falta da perícia.




Fonte Paraíba.com


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...