segunda-feira, 20 de junho de 2016

Jovem é executado a tiros em uma das cidades mais violentas do Alto Sertão

Catolé do Rocha vem registrando nos últimos meses índices preocupantes de violência. Assaltos, furtos, roubos, tráfico de entorpecentes e homicídios, engrossam as estáticas criminais da cidade que polariza uma região formada por dez municípios.

No final da manhã deste domingo (dia 19 de junho), foi registrado mais um homicídio na cidade. Desta vez o sinistro ocorreu por volta das 11h00, nas imediações da Rua Monsenhor Walfredo Gurgel, no bairro da Várzea, zona norte da cidade.

Segundo relato de testemunhas, dois elementos armados chegaram numa motocicleta e executaram a pessoa de Reginaldo da Silva Farias, de 30 anos, que residia nesta mesma rua.

A Polícia Militar foi acionada e fez o isolamento da área. Diligências também foram empreendidas para tentar localizar os autores do homicídio, mas pelo menos até o final da tarde deste domingo, a polícia não tinha repassado nenhuma informação exitosa a imprensa.

O corpo do jovem assassinado neste domingo no bairro da Várzea, só foi levado para o GEMOL de Patos, por volta das 15h30, ou seja, praticamente cinco horas depois do sinistro.

Revolta e indignação

Em meio à dor dos parentes que choram pelos seus entre queridos, outro fato chama a atenção nas cidades que integram esta região, provocando revolta e indignação.

Cada vez que acontece um sinistro com vítima fatal, repete-se a mesma cena já corriqueira no sertão, os corpos das vítimas ficam expostos ao tempo, numa interminável espera pelas equipes da perícia e GEMOL.


A população destas cidades a exemplo de Catolé do Rocha, cobra das autoridades competentes solução imediata para resolver um problema que vem se arrastando ao longo dos últimos anos, e cada vez piorando.




Fonte: Portal Catolé News


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...