quarta-feira, 22 de junho de 2016

Justiça suspende show de Wesley Safadão no São João de Caruaru. Alto valor seria um dos motivos

Uma liminar concedida pelo juiz José Fernando de Souza suspendeu o show de Wesley Safadão no São João de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a decisão, a prefeitura do município e a Fundação de Cultura estão intimadas para tomar conhecimento e contestar a decisão do juiz, que ocorreu após a polêmica em torno do cachê recebido pelo artista para se apresentar no município (entenda o caso).

A 1ª Vara da Fazenda Pública informou ainda que o fórum só funciona até as 18h desta quarta-feira (22) e que a prefeitura deve agravar a liminar para que ela possa ir ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). O juiz informou que a prefeitura será multada em R$ 100 mil por dia caso descumpra a decisão. A ação foi movida pelos advogados Dimitre Bezerra, Marcelo Rodrigues e Ewerton Bezerra.

A assessoria de imprensa do cantor informou que irá recorrer. Em nota, a Fundação de Cultura de Caruaru também refuta a decisão. "O entendimento do governo municipal é de que não há irregularidade ou discrepância na contratação efetuada com o artista. Por esta razão, embora não tenha sido ouvida pela Justiça, usará todos os meios legais para garantir a apresentação do cantor em função de promover o maior e melhor São João do Mundo, o São João de Caruaru, e para que a sua ausência não cause um dano irreparável à economia de Caruaru e região".

POLÊMICA DOS CACHÊS | O show de Wesley Safadão, previsto para o próximo sábado (25), no São João de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, custaria R$ 575 mil. O valor foi divulgado pela Prefeitura de Caruaru no portal da transparência. O preço do show causou polêmica, principalmente após a revelação de que o mesmo show do artista em Campina Grande, na Paraíba, marcado para 1º de julho, custará R$ 195 mil.

A diferença no cachê é de 294%, segundo apurou o TV Jornal Notícias da TV Jornal no interior. Por causa da diferença entre os valores dos shows do mesmo artista, o prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT), foi notificado pelo Ministério Público Federal (MPF), pelo Ministério Público do Estado de Pernambuco (MPPE) e pelo Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO). Ele deverá prestar informações sobre o cachê de artistas contratados para o São João da cidade no Agreste pernambucano.

A produção da TV Jornal mostrou ainda a diferença nos cachês de outras bandas. Aviões do Forró receberá R$ 250 mil pelo show em Caruaru e R$ 195 mil em Campina Grande. O show de Elba Ramalho, na abertura do São João de Caruaru, custou R$ 190 mil e em Campina Grande, irá custar 160 mil.

Em nota enviada à época, a Fundação de Cultura afirmou que exigirá explicações sobre a diferença verificada nos valores dos artistas. A Prefeitura de Campina Grande informou que contratou Wesley Safadão com um ano de antecedência da festa e por isso, teria conseguido negociar este valor. A prefeitura de Campina Grande disse ainda que não irá comentar a nota da prefeitura de Caruaru.

A Banda Aviões do Forró afirmou, em nota, que “os valores cobrados pelos shows são calculados de acordo com inúmeras variantes que envolvem a logística das produções o que pode acarretar tais diferenças como as de Caruaru e Campina Grande”. As assessorias de Elba Ramalho e Wesley Safadão não responderam os questionamentos da produção do TV Jornal Notícias.

As cidades de Caruaru e Campina Grande disputam o título de Maior São João do Nordeste. A rivalidade é alimentada entre os forrozeiros dos dois municípios, que sempre comparam o Parque do Povo, na Paraíba, com o Pátio de Eventos Luiz Gonzaga, em Pernambuco. As cidades disputam a atenção dos turistas e ambas ostentam o título de "Maior São João do Mundo".

Confira na íntegra a nota da Prefeitura de Caruaru:

Sobre o cachê de Wesley Safadão, a Fundação de Cultura esclarece:
1- O show de Wesley Safadão em Campina Grande, dia 25, será em um evento privado. Portanto, o cantor terá, além do cachê, metade da bilheteria.

2- O show de Wesley Safadão no Parque do Povo, em Campina Grande, será no dia 01 de julho. No Portal da Transparência da Prefeitura de Campina Grande, até agora, não consta sequer a contratação do cantor Wesley Safadão para o show. Portanto, não há informação oficial sobre o cachê do cantor para que se possam fazer comparações.

3- Ainda, a Fundação de Cultura exigirá explicações para qualquer diferença verificada.







Fonte


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...