quinta-feira, 16 de junho de 2016

Sete são suspeitos de estupro coletivo contra interno do Lar do Garoto, na PB

Um jovem interno do Lar do Garoto em Lagoa Seca, município do Agreste paraibano, a 142 km de João Pessoa, denunciou que teria sofrido estupro coletivo praticado por outros sete internos que dormiam no mesmo quarto que ele. O crime teria acontecido na segunda-feira (13), mas foi comunicado à direção da unidade na terça-feira (14).

De acordo com a diretora da unidade, Paula de Oliveira, a vítima tem 20 anos e os sete suspeitos também são maiores de idade. Vítima e suspeitos dormiam no mesmo quarto, com mais outras cinco pessoas, que, a princípio, não possuem participação no caso. O crime teria acontecido no horário de dormir e os sete suspeitos teriam se revezado durante o estupro.

“O rapaz relatou que alguns dos suspeitos conseguiram segurá-lo e os outros foram praticando o estupro, fazendo uma espécie de revezamento. Só soubemos do crime na manhã da terça, quando a vítima relatou o caso e levamos a denúncia para a Central de Polícia Civil”, contou a diretora.

Na Central, os suspeitos prestaram depoimento e negaram o crime, mas foram levados para a carceragem, onde aguardaram audiência de custódia. Ainda segundo a diretora, o juiz da audiência decidiu que todos os suspeitos deveriam ser encaminhados ao presídio Padrão de Campina Grande.

“Na delegacia, a vítima sustentou a versão e contou tudo com riqueza de detalhes. Os sete envolvidos foram detidos e encaminhados para o presídio Padrão. A vítima continua no Lar do Garoto e estamos oferecendo todo o acompanhamento. Agora, cabe a Polícia Civil investigar o caso”, afirmou a diretora.



Fonte: Por Halan Azevedo


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...