terça-feira, 12 de julho de 2016

PF prende empresário investigado pela Operação Desumanidade em clínica de JP

O empresário José Aloysio da Costa Machado Neto foi preso por agentes da Polícia Federal na tarde desta terça-feira (12), em uma clínica médica de João Pessoa. Ele estava com mandado de prisão expedido e era considerado foragido após a deflagração da Operação Desumanidade, no último dia 28 de junho. A investigação envolve a participação em organização criminosa, fraude à licitação, desvio de recursos federais e lavagem de dinheiro.

A prisão foi fruto de ação conjunta articulada entre o Ministério Público Federal na Paraíba (MPF/PB), o Ministério Público do Estado da Paraíba (MPPB) e a Polícia Federal (PF).

Após o cumprimento do mandado, o preso foi encaminhado para a Justiça Federal na capital, para realização de audiência de custódia. A prisão foi efetuada por policiais federais, sob a coordenação do delegado regional de Combate ao Crime Organizado, Raone Aguiar.

Para o procurador da República João Raphael Lima, a ação foi fruto de um trabalho bem feito. “O Ministério Público congratula a PF pela eficácia da ação realizada nesta terça-feira”, pontuou o membro do MPF.

Operação Desumanidade

Trata-se de investigação que envolve fraude à licitação, desvio de recursos e lavagem de dinheiro em obra de município do Sertão do estado.

O MPF já tinha pedido e o Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) autorizou a publicação das imagens de José Aloysio da Costa Machado Neto, além de outros dois empresários envolvidos, que são José Aloysio da Costa Machado Júnior e Cláudio Roberto Medeiros Silva (ver foto), todos investigados pelos mesmos motivos. Os três já tinham mandados de prisão preventiva expedidos.






Fonte WSCOM



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...