quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Acusado de matar ex-cunhadas a facadas é espancado em presídio no Sertão

O principal suspeito do bárbaro assassinato de duas irmãs, na cidade de São Bento, Sertão paraibano, foi agredido por outros apenados ao chegar ao Presídio Manoel Gomes da Silva, em Catolé do Rocha, também no sertão, onde deverá permanecer à disposição da Justiça.

José Valdemir de Sousa, o “Nego de Mariosa”, é acusado de ter assassinado as ex-cunhadas Rosilene Souto da Silva, de 36 anos, e a sua irmã, Edilene Souto da Silva, de 34. Ele invadiu a residência das vítimas, e desferiu vários golpes de faca peixeira. Após o crime, Valdemir fugiu, e ficou quatro dias escondido em um sítio da zona rural de Catolé do Rocha, sendo localizado e preso pela Polícia Militar, no início da noite desta terça-feira (09).

Quando os outros presos descobriram o motivo da prisão, começaram a agredi-lo, por pouco o acusado não foi linchado, graças aos agentes penitenciários que interferiram.

Valdemir e os envolvidos nas agressões foram conduzidos para a 8ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Catolé do Rocha, e em seguida, retornaram para a unidade penitenciária.

De acordo com a Polícia, Valdemir confessou o crime, e disse ter cometido os homicídios em virtude de sua recente separação, justificando que os praticou em um momento de raiva, pois o mesmo teria discutido com as vítimas minuto antes do fato.

Fonte


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...