sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Ultrapassagem perigosa pode ter causado acidente que vitimou ex roupeiro e atleta do Nacional de Patos

Uma ultrapassagem perigosa pode ter sido a causa do grave acidente que deixou duas pessoas mortas ontem e duas feridas, ontem na BR-230, no município de Pocinhos, no Cariri paraibano.

Segundo investiga a polícia com base em relato de testemunhas, o acidente ocorreu depois que o motorista de um dos carros tentou ultrapassar uma carreta e desistiu ao ver um ônibus e um caminhão trafegando no sentido oposto. Ao tentar reduzir a velocidade para retornar à faixa, o carro teria batido na lateral da carreta, que tombou.

A colisão aconteceu por volta das 10h desta quinta-feira (27), próximo à Praça do Meio do Mundo, que dá acesso da BR-230 para a BR-412. Um motorista e um ocupante de um dos veículos envolvidos no acidente morreram.

Ainda segundo testemunhas, os motoristas do ônibus e do caminhão, que trafegavam no sentido oposto, conseguiram livrar a carreta indo para o acostamento. Mas outros dois carros que estavam atrás do ônibus e do caminhão acabaram batendo na carreta tombada na pista. A carreta estava carregada com minério e bloqueou uma das faixas da rodovia. Depois da colisão, os dois veículos de passeio que bateram na carreta foram arremessados para fora da pista. Os motoristas da carreta e do carro que teria tentado fazer a ultrapassagem não tiveram ferimentos.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), duas vítimas sobreviventes que tiveram ferimentos foram encaminhadas para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, no Agreste paraibano. Mesmo com o envolvimento de quatro veículos, o trânsito no local não foi bloqueado, mas até 15h desta quinta-feira continuava sendo orientado pela PRF.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil da cidade de Pocinhos. Segundo o delegado Durval Barros, dois dos motoristas vão ser ouvidos e liberados. “Um dos motoristas morreu. Nesta quinta-feira vamos ouvir o motorista de um dos carros e o da carreta. O inquérito deve ser concluído no prazo de 30 dias. Depois que a PRF divulgar o resultado do laudo técnico vamos avaliar o que será feito. Ainda não é possível indicar quem teria provocado o acidente”, explicou o delegado. Até 15h desta quinta-feira, o primeiro motorista ainda estava sendo ouvido.



Fonte Fonte - Pbagora

Foto: Reprodução/TV Paraíba



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...