terça-feira, 18 de outubro de 2016

Operação na PB e no CE investiga cantores e empresa que administra 'Aviões do Forró'

Uma operação deflagrada na manhã desta terça-feira (18) pela Polícia Federal e Receita Federal em cidades do Ceará e da Paraíba investiga fraudes no Imposto de Renda supostamente cometidas por um grupo empresarial responsável por bandas de forró famosas nacionalmente, como a Aviões do Forró. A informação é do Estadão.

De acordo com a publicação, há mandados judiciais contra os vocalistas Solange e Xandy. A redação entrou em contato com a A3 Entretenimento, que gerencia a carreira da banda, mas foi informada que “a empresa não tem nada a declarar sobre o assunto”.

Ao todo, são cumpridos 44 mandados de busca e apreensão e 32 de condução coercitiva, quando a pessoa é levada a depor e depois é liberada. Um deles seria na cidade de Sousa, Sertão paraibano; os outros, em Fortaleza e Russas, no Ceará.

Conforme o Estadão, o grupo empresarial teria fornecido documentos falsos ou omitido informações na hora declarar o Imposto de Renda. O objetivo seria se livrar da cobrança de tributos. Ainda segundo a publicação, a operação, que recebeu o nome ‘For All’, investiga também lavagem de dinheiro, associação criminosa e falsidade ideológica.

O Estadão noticiou também que todos os supostos envolvidos no esquema teriam tido sigilos fiscais quebrados.

Fonte Portal Correio


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...