sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Paraíba tem 58 açudes em situação crítica

Cinquenta e oito dos 126 açudes monitorados pelo Governo do Estado estão com menos de 5% da capacidade de estoque. Outros 33 estão com volume abaixo dos 20% e apenas 36 reservatórios estão com mais de 20%.

A situação crítica foi provocada pelo prolongamento da estiagem e a Agência Executiva de Gestão de Águas da Paraíba (Aesa) pediu ao Ministério da Integração Nacional agilidade na conclusão das obras da transposição de águas do Rio São Francisco.

Juntos, os açudes administrados pelo Governo do Estado podem acumular 3,7 bilhões de metros cúbicos, mas segundo dados do setor de Monitoramento e Hidrometria da Aesa, até a manhã desta sexta-feira (21) eles estavam com pouco mais de 441 milhões, ou seja, 11,6%.

“A pior situação encontra-se na região do Curimataú. Está cada vez mais complicado abastecer cidades como Picuí, Nova Floresta, Cuité, Barra de Santa Rosa, Algodão de Jandaíra e Remígio”, alertou o presidente da Aesa, João Fernandes da Silva.

Em audiência com o ministro de Estado da Integração Nacional, Helder Zahluth Barbalho, esta semana, o presidente da Aesa lembrou que dos 223 municípios paraibanos, 196 estão em colapso por falta d´água.

“Explicamos a gravidade do problema provocado pela maior seca dos últimos 50 anos e pedimos agilidade na conclusão da obra da transposição. O ministro disse que as águas do São Francisco devem chegar em fevereiro de 2017 em Monteiro. Mas, com base nos relatórios técnicos lidos e nas observações de campo que fizemos, acreditamos que isto vai acontecer mesmo em abril”, concluiu Fernandes.

Consulta pública – O Ministério da Integração anunciou que vai abrir, a partir de 31 deste mês, consulta pública dos serviços que não foram executados pela empresa Mendes Júnior Trading S/A nas obras do eixo norte. As construtoras que tiverem interesse em ingressar no certame licitatório poderão visitar as obras, analisar documentos técnicos e antecipar questionamentos.

O Projeto de Integração do Rio São Francisco está com quase 90% de conclusão e quando finalizado vai assegurar o abastecimento regular de 390 cidades em Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. Serão beneficiadas 12 milhões de pessoas nesses estados.





Fonte SECOM


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...