segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Pastor suspeito de ter ligação com o PCC de Pernambuco é preso armado na PB

Um pastor evangélico de 36 anos foi preso com um revólver calibre 38 e 20 munições. O caso aconteceu no fim de semana na cidade de Ingá, no Agreste do estado, a 95 km de João Pessoa. De acordo com o delegado Hugo Helder, seccional da Polícia Civil da região, ele é suspeito de ter ligações com a facção PCC de Pernambuco, responsável por explosões de banco. O pastor já foi preso outras vezes.

Ao Portal Correio, o delegado revelou que a Polícia Civil cumpria uma decisão judicial de afastar o pastor do lar. Entretanto, os policiais já investigavam a existência de uma arma de fogo em posse do religioso. Um mandado de busca e apreensão foi solicitado e expedido pela Comarca de Ingá.

“Demos cumprimentos às decisões judiciais com sucesso. Encontramos o revolver 38 e 20 munições dentro do imóvel do pastor e o retiramos da residência, conforme determinou a Justiça. O levamos para a delegacia onde foi interrogado e descobrimos outros possíveis delitos do religioso”, disse o delegado.

Em depoimento, o pastor disse ter amizade com um homem, que já foi preso pela Polícia Federal em Pernambuco, por explosões de ataques a banco naquele estado. O suspeito revelou que já teria feito viagens internacionais com o amigo. A Polícia Civil descobriu que o pastor foi condenado por porte de arma e ainda era investigado por envolvimento em assaltos.

“Depois que o pastor chegou a Ingá, ocorreram algumas explosões a banco na região. Esse amigo dele já veio aqui em Ingá visitá-lo e pouco tempo depois ocorreu a explosão do banco da cidade. Na ocasião, os suspeitos pararam o carro na frente da casa do pastor e ficaram de lá esperando a chegada da PM. Tudo muito estranho e suspeito. O caso é investigado”, avisou o delegado Hugo Helder.

Devido aos crimes, o delegado não arbitrou fiança e o pastor foi levado para a Cadeia Pública do Ingá.



Fonte Portal Correio


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...