segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Pesquisa aponta seca maior e aumento de 6 graus de temperatura na Paraíba

Uma pesquisa realizada no mês de setembro deste ano pela Agência Nacional de Águas (ANA), aponta irregularidades e anomalias no regime de chuvas no Nordeste brasileiro. Dentro dessa esfera, o levantamento enfoca também a Paraíba de forma mais específica, onde foi percebida uma expansão de áreas de seca e o aumento da temperatura máxima em até seis graus em algumas regiões. Confira aqui a pesquisa completa.

Na Paraíba, em relação ao mês de agosto, a mudança mais significativa ocorreu na parte centro-oeste, onde os indicadores mostram um aumento de área com seca. Segundo a ANA, cabe observar que, nessa mesma região, é notificada a anomalia de temperatura máxima no mês de setembro referida anteriormente, bem como no trimestre julho, agosto e setembro. Nas demais áreas do estado houve um aumento da área de seca moderada, grave e extrema (tipos de seca elencados pela agência) em direção ao Leste do estado.

A ANA explica que, historicamente, no mês de setembro, no Leste do Nordeste, em uma área compreendida entre o Litoral Sul da Paraíba e o Litoral Sul da Bahia, localizam-se as áreas da região que possuem os maiores índices pluviométricos, com volumes entre 100 e 150 mm. Nas demais áreas, os índices pluviométricos são inferiores a 75 mm e, em grande parte do Nordeste, como no Centro-Leste do Maranhão, Piauí, Ceará, grande parte dos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Bahia e extremo oeste de Alagoas, a climatologia de precipitação é inferior a 25 mm.


Durante o mês de setembro de 2016, os índices pluviométricos mais significativos foram observados no Litoral da Bahia e no extremo Oeste do Maranhão, com valores superiores a 100 mm em algumas áreas. No entanto, observa-se irregularidade de precipitação, que no Litoral Leste do Nordeste, em uma área compreendida entre o Litoral do estado da Paraíba e o Litoral de Alagoas, bem como em algumas áreas do Litoral Sul da Bahia, foram observadas anomalias negativas de chuvas.

Fonte portalcorreio


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...