quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Presidente do TSE comenta eleição de preso na Paraíba

A esperança do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, como a de qualquer cidadão, é que se torne definitiva a prisão ainda preventiva do acusado de diversos crimes Ubiraci Rocha, vulgo “Bira” eleitor vereador no pleito do último domingo (01) no município paraibano de Catolé do Rocha. As declarações foram dadas ao portal Diário do Poder na coluna do jornalista Cláudio Humberto desta quarta-feira (05).

“É a única maneira de enquadrar na Lei Ficha Limpa o bandido que responde por homicídios e tráfico de drogas. Ele saiu da cadeia, algemado, para votar e ser eleito vereador em Catolé do Rocha (PB)”, destacou o ministro. Para ele, essa eleição envergonha os brasileiros e constrange a Justiça Eleitoral a eleição, que além de traficante, integra um grupo de extermínio. Para o colunista Cláudio Humberto a eleição do bandido “Bira” chama atenção para a legislação demagógica que assegura o direito de voto no sistema prisional. “Com o direito de voto dos presos, a campanha eleitoral leva candidatos a assumir “compromissos” com bandidos”, afirmou.





Fonte pbagora


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...