terça-feira, 25 de outubro de 2016

Servidores municipais de Santa Terezinha realizam ato público reivindicando o pagamento de salários

Os servidores públicos do Município de Santa Terezinha – PB deflagraram greve por tempo indeterminado até que a atual gestão pague os salários atrasados as Categorias. A greve iniciou ontem (24), além de reivindicarem o pagamento dos salários, eles também lutam pela a implantação da insalubridade, implantação do Quinquênio e o pagamento do PMAQ.

Hoje (25) foi realizada uma mobilização dos funcionários que saíram em caminhada da sede do sindicato percorrendo as principais ruas da cidade até a Prefeitura. As pessoas seguravam bandeiras, cartazes, faixas e batiam nas panelas em forma de protesto.

Após chegarem em frente a Prefeitura, representantes do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região (Sinfemp), servidores municipais, o vereador Edcarlos Soares, a vereadora Mariinha, fizeram o uso da palavra, apoiando os trabalhadores.

dscn0181De acordo com José Gonçalves, vice-presidente do Sinfemp, iniciou-se a greve por vários motivos, a principal causa é o atraso nos salários e ele usou a expressão ‘Pagando por cara’, fazendo referencia que apenas algumas pessoas estão sendo beneficiadas.

“É uma greve dos servidores públicos municipais que iniciou ontem dia 24, em virtude do atraso dos salários do mês de setembro e hoje nós estamos no dia 25 de Outubro sem nenhum recebimento de salários. A Prefeitura recebeu recursos de Setembro e recursos até o dia 25 de Outubro. Isto é um prejuízo para os servidores municipais por que como ele vai pagar Setembro, Outubro, Novembro, Dezembro e Décimo Terceiro dentro de sessenta dias? Além disso, o prefeito não implantou a insalubridade dos servidores apesar do sindicato ter entregado os laudos; não pagou o PMAQ, que é um direito dos servidores da Saúde; não garante as condições dignas de trabalho e acima de tudo prevalece ‘pagando por cara’ a alguns trabalhadores e outros não, como os funcionários contratados, os funcionários comissionados e alguns funcionários efetivos. Nós estamos com uma ação na Justiça pedindo o bloqueio dos recursos do FPM, do Fundeb e do SUS, para garantir o pagamento dos trabalhadores do Município”, disse.

A nossa reportagem entrou em contato com Joselito Macedo, secretário de Administração. Ele informou que o pagamento ocorrerá no dia 28 e a gestão fará um esforço para normalizar a situação o mais rápido possível.

“Tudo está sendo feito para terminar este pagamento no dia 28 deste mês. Nós estamos concluindo o pagamento dos professores, falta pagar os servidores da Secretaria de Infraestrutura e os auxiliares de serviços gerais da Secretaria de Educação. 70% dos servidores foram pagos e tudo indica que pagaremos também o mês de Outubro no dia 28, ou uma grande parte de trabalhadores receberão o seu salário e no dia 10 de Novembro todos receberão o salário referente ao mês de Outubro. O prefeito garantiu em uma reunião a sua equipe que irá pagar a todos os funcionários e normalizar a situação. O pagamento está sendo feito por secretaria e não ‘por cara’ como afirmou o vice presidente do Sinfemp”, explicou.

Depois do protesto, foi formada uma Comissão que irá representar todas as Categorias.







Fonte Josley Oliveira – PortalSantaTeresinha


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...