quarta-feira, 30 de novembro de 2016

"Câmara aprovou tudo, menos combate à corrupção", lamenta procurador do MPF-PB

"Este projeto que foi aprovado na Câmara Federal pode ser chamado de tudo, menos de combate à corrupção. Há uma clara retaliação ao Ministério Público e ao Judiciário. Não há mais que se falar no que foi aprovado como as 10 medidas de combate à corrupção". O desabafo é do procurador chefe do Ministério Público Federal na Paraíba (MPF-PB), Rodolfo Alves.

Ele foi o entrevistado no programa 'Correio Debate', da TV Correio, pelos jornalistas Hermes de Luna e Lena Guimarães. O procurador chefe do MPF disse que as mudanças são claras no sentido de punir quem investiga os atos de corrupção. Rodolfo Alves argumentou que a lei, da forma como foi aprovada pela Câmara Federal, na madrugada desta quarta-feira (30), não serve para combater a corrupção, mas para proteger os denunciados.

Rodolfo Alves frisou que o projeto de 10 medidas de combate à corrupção não existem mais e o Ministério Público não apoia o texto que restou. Ele espera que o Senado Federal reforme o que foi aprovado na Câmara Federal e reponha as 10 medidas, que foi um projeto que surgiu com apoio popular, com mais de 2,4 milhões de assinaturas.

O procurador chefe do MPF na Paraíba argumentou que a instituição não é contra o controle externo, mas as medidas aprovadas na Câmara Federal servem apenas como intimidação aos que atuam no combate à corrupção, especialmente no caso da Operação Lava Jato.

Fonte Portal Correio
Por Hermes de Luna



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...