sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Gerentes de quatro lojas são detidos por fraudes na Black Friday em João Pessoa

Gerentes de quatro estabelecimentos comerciais foram detidos, nesta sexta-feira (25), suspeitos de participação em fraude de preços de eletrodomésticos durante a ‘Black Friday’ em João Pessoa. Em uma das lojas, o preço cobrado por geladeiras e fogões nesta sexta era mais caro do que o cobrado nessa quinta-feira (24).

De acordo com a Central de Polícia Civil, as prisões foram realizadas durante operação do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério Público da Paraíba (MP-Procon).

“A fiscalização do MP-Procon encontrou irregularidades nas lojas, sendo que uma delas fica às margens da BR-230. O que ficou constatado foi que os estabelecimentos subiram o preço de produtos na semana passada e nesta sexta, dia da promoção, voltaram ao preço praticado anteriormente, mas anunciando que estavam dando desconto da Black Friday”, afirmou a Polícia Civil.

Ao Portal Correio, o promotor do MP-Procon, Glauberto Bezerra, afirmou que em um dos casos uma das lojas estava comercializando fogões e geladeiras com preços mais caros do que anterior a Black Friday.

"O que me deixou abismado foi uma das lojas vender eletrodomésticos com valores mais caros do que o que ela cobrava nessa quinta-feira. Por exemplo, o fogão era vendido por R$ 800 hoje, no dia da promoção, mas ontem custava R$ 700 e mesmo assim eles afirmavam que estavam dando desconto. Além disso, nessa mesma loja, os vendedores nem se preocuparam em esconder o encarte com o valor antigo, que era mais barato", contou o promotor.

De acordo com o delegado Fernando Clayton, da 12ª Delegacia Distrital de João Pessoa, os quatro gerentes foram autuados por crime de publicidade enganosa, firmaram Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e vão responder em liberdade.

Segundo o MP-Procon, desde setembro, os preços de 300 produtos estavam sendo monitorados em estabelecimentos físicos e no e-commerce, através de pesquisas semanais para facilitar a verificação de fraudes.

Fonte Portal Correio



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...