segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Mulher que deu informações privilegiadas para assalto a vereadora de Piancó é presa. Companheiro dela também foi preso

A polícia civil fechou o cerco e prendeu todos os membros de uma quadrilha, envolvida no assalto a vereadora de Piancó, Christiane Remígio e duas amigas, fato ocorrido no último dia 29 de dezembro, em uma rua daquela cidade, enquanto as três amizades estavam conversando na calçada de uma delas. Os últimos dois acusados foram presos, no final da manhã desta segunda-feira (23). Trata-se de um casal, que reside na cidade de Piancó. Foram 25 dias de investigação bem sucedida e quatro pessoas presas.

Casal foi preso no final da manhã desta segunda-feira (23)

A primeira prisão ocorreu um dia depois do assalto. Geraldo Antônio de Sousa Júnior, de 21 anos, conhecido como Júnior de Arú foi preso em Igaracy, onde reside no final da noite do dia do fato. Desde então a polícia civil investiga o crime.

Na manhã do último sábado (21), Agentes do Grupo Tático Especial cumpriram mandados de busca e apreensão e prenderam em flagrante, por porte ilegal de arma, o jovem, Jonathan Silva Santana, conhecido como Jhoni, de 18 anos de idade. Ao ser interrogado pelo delegado Renato Leite, o jovem assumiu envolvimento no assalto.

Já no final da tarde deste domingo (22), na cidade de Piancó, foi a vez de Emanuel Apolinário dos Santos, mais conhecido como “Juninho de Apolinário”. Contar ele já existia um mandado de prisão preventiva, expedido pelo plantão judiciário da justiça de Princesa Isabel a pedido do delegado Renato Leite.

Por último foi preso o casal, Cicero Augusto da Silva e a alagoana residente na cidade de Piancó, Damiana Luiza de Jesus Luiz, 33 anos. Os dois foram encaminhados para a delegacia de polícia civil da cidade de Piancó, onde foram interrogados pelo delegado Renato Leite, para depois se juntarem aos outros acusados, na cadeia pública daquela cidade.

Ao portal Vale do Piancó Notícias, o delegado regional, Glauber Fontes explicou que a mulher forneceu informações privilegiadas aos demais integrantes da quadrilha, sobre o dia a dia da vereadora e de suas amigas.

“Desde o assalto a polícia civil vinha trabalhando no caso. Finalmente conseguimos colocar atrás das grades todos os acusados do crime. A resposta foi dada à sociedade com eficiência e aos que andam às margens da lei fica o recado: a polícia civil do Vale do Piancó vai está sempre trabalhando implacavelmente, no intuito de prender todo e qualquer um que venha a cometer crimes na região”, pontuou o delegado Glauber Fontes.



Fonte Vale do Piancó Notícias


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...