quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Após denúncias, inquérito da Energisa sobre "fio preto" é distribuído para procurador

O processo de inquérito da Energisa no Ministério Público do Estado da Paraíba (MPPB) finalmente começou a andar e foi distribuído na Procuradoria na tarde desta quarta-feira (15) após o ClickPB divulgar o arquivamento da denúncia.

A partir de agora o procurador José Roseno ficará responsável por dar um parecer ao processo e devolver ao Conselho Superior do Ministério Público. Em entrevista ao ClickPB, o procurador afirmou que “até o final da próxima semana eu pretendo devolver”.

De acordo com a assessoria do Ministério Público, o processo chegou à Procuradoria no fim de novembro, mas até ontem ainda não havia sequer sido cadastrado nem distribuído. A demora, ainda de acordo com a assessoria, acontece devido à grande quantidade de processos esperando distribuição. Estima-se que existem 11 mil e 500 processos aguardando distribuição.

O procurador preferiu não se posicionar sobre a demora na distribuição, e afirmou que “não compete a mim dizer porque foi porque o setor de distribuição é diferente”.

Roseno afirmou ainda que não tomou nenhum posicionamento em relação ao andamento do processo porque recebeu na tarde de ontem e ainda não o pegou para olhar. Ele afirma que o regimento interno não determina um prazo específico para tramitação. No entanto, Roseno adianta que “eu costumo entregar os processos que vêm pra mim o mais rápido possível”.

Fonte clickpb


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...