quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Associação das mães, esposas e pensionistas de militares podem fazer protestos também na Paraíba

A Associação das Mulheres, Mães e Pensionistas dos Policiais Militares e Bombeiros Militares da Paraíba (Assemp) estarão participando nessa sexta-feira (10) de assembleia para revindicar melhores condições de trabalhos e aumento de salário para seus companheiros e filhos, assim como também para debaterem a possibilidade de bloquearem a saída dos quartéis como está acontecendo no Espírito Santo. A reunião acontecerá no Clube dos Oficiais, na cidade de Campina Grande.

De acordo com a presidente da Associação, Zoraide Gouveia, os familiares dos militares paraibanos não descartam a realização de mobilizações. “Nós fomos convidadas para participar da assembleia, em que levaremos as nossas propostas e dependendo do que acontecer, nós não tiramos a possibilidades de ir buscar os nossos direitos. Se para que os nossos maridos e filhos tenham os direitos válidos tiver que fechar quartel, fechamos quartel e paramos viaturas”.

Caso seja definida a realização dos protestos, as manifestantes esperam que a população compreenda e também participe das mobilizações. “Eu creio que mostrando a situação que anda a nossa categoria as pessoas vão ter a consciência, porque que nenhum pai ou mãe de família vai para a rua fazer vandalismo, arrombar portas de lojas e supermercados. Isso já acontece sem haver paralisação, porque o caos e a insegurança estão instalados no estado da Paraíba”, acrescentou Zoraide.

O presidente do Clube do Oficiais da Paraíba, coronel Francisco de Assis afirmou que a Assemp possui regimento para decidir sobre suas revindicações. “As entidades tem sua autonomia, inclusive estatutária, a Associação das Esposas é legalmente constituída. Se decidiram tomar essas medidas é uma decisão de cada entidade”.


Fonte Blog do Gordinho



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...