quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Mais da metade dos açudes da PB estão em situação crítica, diz Aesa

Relatório mostra que 53,9% têm um volume menor que 5% da capacidade.
Agência monitora, ao todo, 126 reservatórios; 18 deles estão zerados.

Mais da metade dos açudes públicos da Paraíba estão em situação crítica. Um levantamento da Agência Executiva de Gestão das Águas do estado (Aesa), divulgado nesta quarta-feira (22), mostra que 53,9% dos reservatórios monitorados pelo órgão estão com um volume menor que 5% da capacidade total. São 68 com um nível de água considerado muito baixo. Desses, 18 estão cm volume totalmente zerados.

Ao todo, 126 açudes são monitorados pela agência e apenas 24 apresentam um volume superior a 20% nesta quarta-feira. Ainda de acordo com o relatório, os municípios mais afetados pela escassez de água ficam no Sertão, no Cariri e no norte do estado.

Um dos que se encontram em situação crítica é o reservatório de Boqueirão, que abastece outras 17 cidades, incluindo Campina Grande. Nele, o volume corresponde a 3,8% da capacidade. O presidente da Aesa, João Fernandes, destaca que, por causa do baixo nível dos açudes, os racionamenos se tornaram necessários.

"A população já está sendo abastecida com poços e carros-pipa. A gente está acompanhando, conferindo passo a passo. Quero chegar em abril com 10 milhões de metros cúbicos. Se não tivesse essas restrições, o sistema entraria em colapso", afirma.

Ainda de acordo com ele, a transposição do Rio São Francisco deve chegar a Monteiro, no Cariri, no mês que vem, o que deve trazer um alívio para a região. "A promessa é que deve chega no dia 6 de março. Se a gente já tiver as águas do São Francisco, a gente melhora o abastecimento", acredita.

Veja os 18 açudes da Paraíba que estão zerados:

- Algodão (Algodão de Jandaíra)
- Bastiana (Teixeira)
- Sabonete (Teixeira)
- Novo II (Tavares)
- Bichinho (Barra de São Miguel)
- Campos (Caraúbas)
- Cordeiro (Congo)
- Ouro Velho (Ouro Velho)
- Prata II (Prata)
- Jenipapeiro (São José da Lagoa Tapada)
- Milhã (Puxinanã)
- Riacho de Santo Antônio (Riacho de Santo Antônio)
- Riacho dos Cavalos (Riacho dos Cavalos)
- Caraibeiras (Picuí)
- São José IV (São José do Sabugi)
- São Mamede (São Mamede)
- Gurjão (Gurjão)
- Serra Branca I (Serra Branca)

Fonte Do G1 PB



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...