sábado, 18 de fevereiro de 2017

Polícia prende, por suspeita de estelionato, irmão de ex-prefeito

A Polícia Civil da Paraíba, por meio de um trabalho investigativo da Delegacia de Defraudações e Falsificação (DDF), prendeu em flagrante, na tarde desta sexta-feira (17), Flaviano Manoel Jerônimo da Silva, 36 anos, em uma residência situada no bairro dos Bancários, em João Pessoa, sob suspeita de estelionato, além de outros crimes.

De acordo com informações policiais, Flaviano negociava veículos de luxo pela internet, já financiados, negociados como “chiquita”, ou seja, cujas parcelas não seriam pagas pelos compradores, que passavam a utilizar os veículos até que alguma medida judicial fosse deferida. O suspeito ainda repassou dois veículos financiados em seu nome, omitindo dolosamente o financiamento, de maneira que as vítimas não puderam transferir os veículos financiados. Após a descoberta das fraudes, o suspeito passou a mandar fotos de pessoas assassinadas e a informar ter adquirido duas pistolas, sendo uma verdadeira e a outra uma réplica, ameaçando suas vítimas de morte, caso denunciassem as fraudes praticadas.

A Delegacia de Defraudações descobriu que o suspeito responde a processo pelo crime de homicídio, praticado em janeiro de 2014. Durante a operação, a polícia localizou duas pistolas 380, sendo uma verdadeira e a outra um simulacro, confirmando todo o teor da denúncia. Foram recuperados, ainda, dois veículos de luxo, avaliados em R$ 160 mil, que serão devolvidos aos seus legítimos proprietários, além de outros veículos, cujo prejuízo das vítimas está avaliado em mais de R$ 400 mil. Ainda com Flaviano foram apreendidas seis caixas do medicamento Clozapina 100 mg, motivo pelo qual responderá por crimes contra a saúde publica, 10 a 15 anos de reclusão.

A prisão aconteceu por meio de informações anônimas pelo telefone 197 - Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e Defesa Social da Paraíba. O suspeito foi autuado pelos crimes de posse irregular de arma, porte ilegal de arma de fogo, apropriação indébita, estelionato e ameaça, podendo ser condenado a mais de 16 anos de reclusão. Ele passará por audiência de custódia, ficando à disposição da Justiça.

Flaviano é irmão do ex-prefeito da cidade de Soledade, Flavinho Aureliano, que disputou a reeleição em 2016, não obtendo êxito.




Fonte PB Agora com informações da Polícia Civil



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...