terça-feira, 28 de março de 2017

Ladrão que roubava e defecava nos estabelecimentos é preso no Sertão da PB

Um homem suspeito de realizar diversos assaltos a estabelecimentos comerciais no Sertão da Paraíba e defecar na caixa registradora antes de deixar o local foi preso, em flagrante, nessa segunda-feira (27), quando comercializava produtos furtados em um mercadinho do município de Olho D'Água na feira livre de Patos. O modo de atuação do suspeito chamou a atenção de outras vítimas que procuraram a Delegacia de Roubos e Furtos de Patos, responsável pela região.

De acordo com o delegado Demétrius Patrício, o suspeito, que está preso no Presídio Procurador Romero Nóbrega (Patos), e os proprietários de supermercados e mercadinhos da cidade de Patos que tiveram os seus estabelecimentos comerciais arrombados e roubados, a partir do mesmo 'modus operandi', foram ouvidos nesta terça-feira (28).

Pelo menos três empresários já foram ouvidos e relataram o mesmo modo de agir do acusado: as gavetas eram arrombadas, mercadorias eram consumidas no ato do roubo, a 'assinatura' do criminoso (as fezes) e as mercadorias que, habitualmente, são roubadas: chinelos, desodorante aerosol e cigarros. Para uma das vítimas, José Romualdo (Supermercado Ebenezer), o fato do ladrão defecar nos estabelecimentos, após cometer o crime, representa uma humilhação às vítimas.

Vítimas - Entre os estabelecimentos roubados na cidade de Patos estão: Mercadinho Tiago, Supermercado São Francisco, Supermercado Ebenezer, Mercadinho Davi e o Supermercado Aliada Baiana, além de outros comércios em outras regiões do estado.

Segundo o delegado, o trabalho de investigação contou com o auxílio de imagens dos circuitos internos de câmeras de segurança dos estabelecimentos invadidos. Através delas foi possível identificar que suspeito tinha um anel de prata no dedo polegar direito, uma cicatriz no ombro e o perfil do suspeito evidencia ser, de fato, do ladrão que está preso. "Há casos de estabelecimentos que foram roubados por duas vezes pelo mesmo homem", acrescentou.

Para o delegado Demétrius Patrício, já existe indícios para confirmar que o homem é o mesmo investigado. O homem, que se apresentou como Alan Roberto dos Santos, não se tem nenhum documento que comprove se é verdade, já teve passagem por furto de uma televisão no último mês de janeiro, quando deu o nome de Adenilson. "Com isso foi necessário fazer a identificação criminal do suspeito, que recebeu um número de identificação até que seja confirmada a identidade", finalizou

Fonte clickpb com patosonline


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...