segunda-feira, 15 de maio de 2017

Tatuagem ajuda polícia identificar corpo de jovem encontrado morto dentro de açude, no Vale

A polícia identificou o corpo encontrado já em estado de decomposição boiando em um açude localizado no sítio Macaco, município de Diamante, na manhã deste domingo (14) como sendo de Antônio Soares de Oliveira, conhecido como Neguinho, de 30 anos, natural de Coremas, que estava desaparecido há 22 dias.

A vítima residia na cidade de Coremas e trabalhava juntamente com duas mulheres também de Coremas, em um bar na cidade de Diamante. Ele havia desaparecido misteriosamente até seu corpo ser encontrado no açude, neste domingo.

Uma tatuagem em um dos seus braços, com o nome de “Maria Luíza”, uma referencia à sua filha, ajudou a identificação da vítima pelos seus familiares, que compareceram à delegacia de polícia civil para o reconhecimento do corpo, que se encontrava em estado de decomposição.

A Polícia Civil está investigando o caso e levanta a principal hipótese de homicídio.

O sargento Valtineudo revelou que o local onde o corpo estava é de difícil acesso e ele acredita que o coremense tenha sido convidado a ir até o local, oportunidade que aconteceu o crime. “Populares informaram que ouviram três motos chegando ao local há mais de oito dias, o jovem pode ter sido convidado para tomar banho ou participar de bebedeira, para em seguida ser assassinado”, comentou.

Neguinho tinha envolvimento com drogas e recentemente havia se metido em uma confusão dentro do próprio bar onde estava alojado.

O bar está fechado segundo informações da PM e os responsáveis serão convidados a prestar depoimento sobre o caso. O corpo foi retirado do açude por populares.





Fonte Diamante Online com Vale do Piancó Notícias


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...