quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Casal morto em acidente na BR-230 viajava para passar natal com familiares em Olivedos

O casal morto no acidente de trânsito registrado na manhã desta quinta-feira (21), no Km 197 da BR-230, seguia viagem de São Paulo com destino a cidade de Olivedos, onde passaria o natal com familiares. Os dois mortos foram identificados como Francisco Alves de Lima, de 43 anos, e Rineide Carlos Guimarães, de 51 anos. A mulher era paraibana natural de Olivedos e havia visitado os familiares há dois anos. O trecho onde aconteceu o acidente fica menos de 35 quilômetros de Olivedos.

O irmão de Francisco Alves de Lima, viajava atrás do carro envolvido no acidente e revelou como aconteceu a colisão. “Eu viajava atrás do veículo do meu irmão no momento do acidente. Nós saímos de São Paulo na terça-feira em dois veículos. Ele seguia viagem com à família e eu com dois amigos em meu carro. Não deu para entender o que aconteceu, vi apenas quando o carro cortou à faixa contrária e colidiu com o ônibus. Eu não acho que tenha sido um cochilo, porque meu irmão estava revesando a direção com o filho durante o percurso”, disse Francisco Rui.

Os filhos do casal, um jovem de 19 anos e uma criança de 10 também estavam no carro e ficaram feridos. Os dois foram levados para o Hospital de Trauma e Emergência de Campina Grande, onde permanecem internados com quadro clínico de saúde considerado estável. O irmão da vítima disse que o plano da família era passar o natal com familiares em Olivedos e o Réveillon no estado do Ceará. Além das vítimas do carro de passeio, outras 12 pessoas que estavam no ônibus ficaram feridas.

A sobrinha da paraibana morta no acidente, Júlia Stephanie, revelou que à família esperava a chegada do casal, quando recebeu a notícia do acidente. “Estamos abalados com o acidente. Estávamos esperando a chegada deles com muita ansiedade para festejar o natal e acabamos surpreendidos com essa notícia triste. “, revelou.

Causas do acidente

Segundo o agente da PRF, Samuel Wesley, a colisão entre o carro de passeio e ônibus foi frontal. “O levantamento inicial feito pela PRF, a partir da posição dos veículos e os danos observados, aponta que o acidente foi frontal, com invasão de faixa feita pelo carro de passeio. As causas especificas vão ser avaliadas ainda, no entanto, é provável que situação tenha sido causada pela alta velocidade associado a um possível cochilo. A possibilidade de ultrapassagem está praticamente descartada, uma vez que segundo testemunhas não havia nenhum veículo à frente no momento do acidente”, ressaltou.







Fonte EPITÁCIO GERMANO - JORNAL DA PARAIBA


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...