domingo, 10 de dezembro de 2017

Nível da barragem de Capoeira é crítico: Sertanejo faz súplica a Deus por chuvas. Veja fotos e vídeo

O Sertão nordestino enfrenta uma das piores estiagens dos últimos 35 anos, pois são sete anos seguidos de seca, ou poucas chuvas na região da barragem de Capoeira. O manancial está com apenas 10% de sua capacidade, ou seja, tem pouco mais de 5 milhões de m³, segundo dados da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (AESA), divulgados em dezembro de 2017.

A barragem de Capoeira foi construída na época do governador Wilson Braga, no período de (1983-84), localizada no Município de Santa Terezinha-PB, tem capacidade de armazenamento de 53,4 milhões de m³.

Algo mais preocupante é que os demais mananciais não ajudam, pelo contrário, são ainda piores, pois o açude do Jatobá encontra-se completamente seco, a barragem da Farinha está em colapso e o açude de Coremas, em situação complicada, com menos de 5% de sua capacidade, o que prejudica a cidade de Patos e região.

Vale ressaltar que a barragem de Capoeira fornece água para os municípios de Santa Terezinha, São José do Bonfim e Patos, e ainda tem a perda por conta da evaporação diária do reservatório.

O morador da região Raimundo Soares de Lima (Chimba), 64 anos, que nasceu na região de Capoeira, e que conhece como ninguém a barragem, afirmou que a situação é preocupante.

“Eu nasci aqui, trabalhei na construção do açude do começo ao fim, e nunca o vi numa situação tão difícil como está hoje. Estou vendo a hora Santa Terezinha e Patos terem um colapso d´água”, contou Chimba.

A nossa reportagem esteve na barragem de Capoeira na manhã de hoje. Depois tentou ouvir a versão da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), mas até o fechamento da matéria não obteve sucesso. Contudo, o espaço fica à disposição do órgão.

Veja o vídeo produzido em cima de uma canoa bem no centro da lâmina d’água.














Fonte PatosOnline
Jordan Bezerra




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...