quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Açude de Coremas dobra volume de água em dez dias e sai do nível crítico

O maior manancial da Paraíba, o açude de Coremas, dobrou o volume de água nos últimos dez dias em decorrência do registro de chuvas na região do Sertão. Nesta quarta-feira (28), o reservatório acumula 46.698.089,28 milhões de metros cúbicos de água, o que corresponde ao percentual de 7,89% de toda sua capacidade hídrica.

O número representa mais de 23.824.455 milhões de m³ de água, comparado ao dia 18 deste mês, quando o açude tinha apenas 22.873.634,20 de m³, o equivalente a marca de 3,87%. Devido à recarga, o reservatório deixou o nível considerado crítico abaixo de 5%, conforme revela os dados de monitoramento divulgado pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (AESA).

O açude de Coremas abastece uma população superior a 300 mil habitantes na região do Sertão, incluindo a cidade de Patos, considerada a quarta maior cidade da Paraíba, com 107 mil pessoas. O manancial encerrou o mês de dezembro de 2017, com menos de 4,5% de sua capacidade hídrica e a previsão sobre a condição para abastecimento era até o fim deste mês. O reservatório tem capacidade para armazenar 591.646.222 milhões de m³ de água.


De acordo com o presidente da Aesa, João Fernandes, o aumento do volume de água no manancial assegura o abastecimento para população durante o período de pelo menos sete meses. “O inverno começou agora no Sertão e graças a Deus estamos registrando índices positivos. Essa recarga acumulada em Coremas nos da uma garantia de abastecimento para o período de pelo menos sete meses, no entanto, a expectativa é que o volume aumente mais durante esse mês, considerando a previsão de novas chuvas para a região”, ressaltou.

Cajazeiras

O volume de água do açude Engenheiro Ávidos, em Cajazeiras, também registrou um aumento dobrado, comparado ao período dos últimos 30 dias. No dia 1º deste mês, o reservatório tinha 8.227.469 milhões de m³ de água, o que representa 3,23% de toda capacidade hídrica, enquanto que nesta quarta-feira registra 16.678.550 milhões de m³, o equivalente a 6,54%. O açude também era considerado em situação crítica pela Aesa.

Boqueirão

Além da região do Sertão, o açude Epitácio Pessoa, mais conhecido como Boqueirão, responsável pelo abastecimento de Campina Grande e outros 18 municípios da região, também uma boa recarga hídrica devido o registro de chuvas. O manancial ultrapassou na terça-feira (27) a marca de 12% de capacidade hídrica, acumulando mais de 49.427.429 milhões de m³.
O volume de água crescente registrado no manancial recentemente, segundo a Aesa, é consequência das chuvas na região do Cariri, associado ao aumento da vazão das águas pela transposição do Rio São Francisco.

Previsão

A previsão do tempo para o próximo trimestre na Paraíba é de chuva acima do normal, conforme o informação divulgada após a realização da II Reunião de Análise Climática para o Semiárido do Nordeste Brasileiro, realizada na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte.

O encontro contou com a participação de meteorologistas dos centros de previsão climática do Nordeste e de centros nacionais como o Centro de Pesquisa Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC/INPE) e o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET).





Fonte EPITÁCIO GERMANO - JORNAL DA PARAIBA


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...