terça-feira, 1 de maio de 2018

Assista a terceira parte da nossa aventura pela Serra de Catingueira. “A IDA A CACHOEIRA DA MÃE LUZIA”

O CatingueiraOnline vem divulgando desde a última semana uma série de vídeos produzidos durante uma expedição realizada na “Serra da Catingueira”.

A “aventura” organizada por representantes da Igreja Católica de Catingueira aconteceu no último dia 21 de abril e contou com a participação de cerca de 100 pessoas, entre crianças, jovens, adultos e até idosos.

A expedição tinha como objetivo a celebração de uma Missa no Alto da Serra, onde fica localizado o Cruzeiro de São Sebastião, para agradecer ao padroeiro pelas chuvas que caíram sobre o município até o momento.

Muitas pessoas aproveitaram a oportunidade para conhecerem o Alto da Serra de Catingueira já que, mesmo tendo nascido no município, nunca tinham ido até o local.

A expedição saiu do centro da cidade as 05hs. O percurso durou aproximadamente uma hora e vinte minutos (01h:20m), com paradas para descanso, e a distância ficou em torno de dois quilômetros (2 km’s), do centro ao Cruzeiro.

Moradores mais antigos de Catingueira dizem que o Cruzeiro de São Sebastião passa facilmente de 150 anos de idade e teria sido criado por um devoto morador da Serra com o objetivo de pagar uma promessa.

Depois da celebração da missa, um café da manhã foi oferecido aos participantes. Em seguida, parte do grupo se dirigiu ao segundo objetivo, conhecer a Cachoeira da Mãe Luzia, localizada a cerca 2.6 Km’s do Cruzeiro de São Sebastião, no sentido leste do município.

São aproximadamente 35 minutos de caminhada e o percurso é considerado fácil para a maioria das pessoas já que é feito, em grande parte, de uma superfície plana. Em outros momentos, é possível também se deparar com declínios, mas nada que dificulte a aventura.

Neste período chuvoso, é possível também encontrar uma vegetação fechada em alguns pontos do trajeto. Plantações de milhos feitas por moradores da Serra também são facilmente encontradas ao longo do caminho.

A grande maioria das pessoas que participaram da expedição declarou que não conheciam o Cruzeiro, nem tão pouco a Cachoeira da Mãe Luzia. Outras relataram que fizeram visitas ao Cruzeiro quando eram crianças, mas que naquela época existia poucas informações do acesso a Cachoeira e por conta disto, o local era desconhecido para a grande maioria dos catingueirenses.

Por outro lado, existem relatos de moradores mais antigos da cidade que contam que seus avôs já se banhavam na Cachoeira. Estes detalhes serão divulgados breve em uma matéria sobre a história do Cruzeiro e da Cachoeira.

Ao chegar no destino, os visitantes encontram de início o “Poço da Mãe Luzia”. Em períodos chuvosos, o local recebe um grande volume de água que escorre pela Serra, formando assim um pequeno poço. A água transborda, é levada para outros locais próximos, formando a primeira grande queda d’água, denominada de Cachoeira da Mãe Luzia.

Aproveitamos a oportunidade para realizar a gravação de todo o trajeto de ida e volta da aventura. Por conta da quantidade de imagens registradas, dividimos o material em quatro partes. São elas:

PARTE 1 – A SUBIDA ATÉ O CRUZEIRO;
PARTE 2 – O CRUZEIRO DE SÃO SEBASTIÃO;
PARTE 3 – A IDA A MÃE LUZIA;
PARTE 4 – A VOLTA À CIDADE

A primeira parte que mostra o trajeto do centro ao Cruzeiro e a segunda parte que mostra os detalhes sobre o local onde fica o Cruzeiro de São Sebastião, também já foram publicadas.

Nesta terceira parte mostraremos o trajeto até a Cachoeira da Mãe Luzia. Assista abaixo.




ASSISTA TAMBÉM A PRIMEIRA PARTE




ASSISTA TAMBÉM A SEGUNDA PARTE







VEJA TAMBÉM:


Chuvas trazem alegria, enchem cachoeira, mudam paisagem e atraem turistas para Serra de Catingueira. [FOTOS E VÍDEOS]



Fonte Tardelli Pires - catingueiraonline  


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...