terça-feira, 7 de agosto de 2018

Suspeito de estuprar duas mulheres em menos de 4 horas é preso na Paraíba

O homem suspeito de estuprar duas mulheres em menos de 4 horas na cidade de Ingá, no Agreste da Paraíba, foi preso na noite desta segunda-feira (6). De acordo com a Polícia Civil, o suspeito foi detido após a família de uma terceira mulher acionar a PM e relatar uma tentativa de estupro.

Resultado de imagem para Suspeito de estuprar duas mulheres em menos de 4 horas é preso na Paraíba

Segundo a polícia, por volta das 18h, a PM foi acionada pela família de uma mulher que teria sido vítima de uma tentativa de estupro no Sítio Nogueira, Zona Rural do município de Mogeiro, localizado na mesma região.

Ao chegar ao local, a PM abordou um homem ainda no mesmo sítio e enviou fotos do suspeito para a Polícia Civil de Ingá - que constatou ser João Batista Tavares Barbosa, de 30 anos, suspeito dos dois estupros cometidos na noite do sábado (4) na cidade.

A prisão foi efetuada por policiais do 8º Batalhão de Polícia Militar de Itabaiana. De acordo com a PM, o homem já estava utilizando nome falso e havia retirado a barba para dificultar a identificação.

Na manhã desta terça-feira (7), a polícia informou que o suspeito preso foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de Itabaiana, onde permanece detido. O homem será levado para a Delegacia de Ingá e possivelmente encaminhado para o Presídio Raymundo Asfora (Serrotão) em Campina Grande.

Casos relatados contra o homem no sábado
Na noite do sábado (4), duas mulheres relataram à polícia terem sido vítimas de estupro pelo suspeito. Um delas, uma adolescente de 15 anos, é enteada do homem e disse ter sido forçada por ele a cometer ato sexual.

O segundo crime aconteceu quando a vítima de 21 anos estava em frente à casa dela no bairro Emboca. Segundo relato da mulher à polícia, o suspeito estava armado e forçou a vítima a seguir com ele até uma mata da região.

De acordo com a Polícia Civil, há um mandado de prisão aberto contra o suspeito, que cumpria pena em regime semiaberto por tráfico de drogas, mas teria quebrado o albergue.

As vítimas foram encaminhadas para a Delegacia da cidade de Itabaiana. Em seguida, foram levadas ao Instituto Médico Legal (IML) para realizar os exames de corpo de delito e registrar a queixa oficialmente.

Até a manhã da segunda-feira (6), as informações da polícia eram de que o homem estava foragido e que a PM realizava buscas na região para tentar localizar o suspeito.






Fonte G1


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...