terça-feira, 23 de outubro de 2018

Gincana da cachaça deixa quatro hospitalizados no Rio Grande do Norte

Quatro pessoas foram parar no hospital depois de participarem de uma gincana de cachaça, festa promovida por uma prefeitura no interior do Rio Grande do Norte. As provas da gincana foram promovidas pela Secretaria de Esporte, Lazer e Cultura de Rafael Fernandes dentro da semana de comemorações pela emancipação do município da região do Alto Oeste potiguar.

Os homens foram levados ao Hospital Regional de Pau dos Ferros, município localizado na mesma região do estado. De acordo com a direção da unidade, dois pacientes estão entubados na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) em coma alcoólico e o estado de saúde deles é estável. Outro permanece internado, orientado, e pode receber alta ainda nesta sexta-feira (19). O outro já foi liberado mais cedo.

O prefeito da cidade, Bruno Anastácio, confirmou ao G1 que o evento é da Prefeitura, mas declarou que vai apurar a responsabilidade pela realização dessa e de outra prova: uma corrida de motocicletas que exigia apenas que os participantes tivessem mais de 16 anos. Pelo código de trânsito, só podem pilotar aqueles com mais de 18 anos habilitados pelo Detran.

"A gente está apurando toda essa situação. No momento, estamos acompanhando o atendimento a essas pessoas que estão hospitalizadas. Estamos empenhados primeiro na saúde deles", disse o prefeito, que confirmou o internamento de duas pessoas.

O prefeito confirmou ao G1 que a gincana faz parte da programação do aniversário de 55 anos de emancipação do município, que ocorre ao longo de toda a semana, mas questionado sobre as provas, especificamente, diz que vai apurar responsabilidades. "Eu ainda não sei exatamente como foi promovido", disse. Bruno Anastácio ainda declarou que a prefeitura vai emitir uma nota para explicar o caso.

A gincana foi divulgada no site da prefeitura e nos perfis oficiais nas redes sociais. As inscrições para as provas aconteceram na Secretaria de Assistência Social de Rafael Fernandes.

Segundo pessoas da cidade, duplas participavam da corrida de motos, que tinha um circuito ao redor da praça central do município. Eles percorriam pequenas distâncias e precisavam parar o veículo para realizar uma tarefa e continuar o percurso, intercalando até o local de chegada.







Fonte g1


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...