sábado, 19 de janeiro de 2019

Chuvas fortes na região devem reverter situação dos mananciais que agonizam

Apenas 01 dos 128 reservatórios acompanhados pela AESA- PB encontra-se sangrando que é justamente o de Monteiro. Este reservatório recebe as águas da transposição do rio São Francisco e deságua no Epitácio Pessoa (Boqueirão).

Conforme tabela em anexo, mesmo com as águas da transposição entrando diariamente em Boqueirão, o consumo é superior e a defasagem foi equivalente as mesmas quantidades de dias (30 dias 1,77%) diante dos 1,64% nos últimos 24 dias.

Em relação aos reservatórios locais, a barragem da Farinha perdeu 3,43% em referência a última publicação no dia 24/12/18. Mesmo assim, inicia o inverno com 6.326.011 milhões de metros cúbicos. Bem acima dos 0,53% do início do ano de 2018.

O Jatobá, que é outro reservatório que abastece Patos possui menos de 1% (0,96 atualizado em 16/01/19).

A barragem de Capoeira mesmo com dados defasados (01/01/19) encontra-se no mesmo patamar de um ano atrás (4,88 em 06/02/18 diante dos 4,64 em 01/01/19).

Como as chuvas estão iniciando dentro da média prevista pela meteorologia, a expectativa é de que os mananciais restabeleçam seus volumes no decorrer desta próxima quadra invernosa (fev/mar/abr/mai).

Mas como ainda não estamos com segurança hídrica garantida, pois o inverno está apenas no seu início, temos a obrigação de preservar este líquido tão precioso a nossa sobrevivência.

Outra medida complementar é armazenar a água das chuvas caídas nas residências da melhor forma possível, servindo para o consumo alimentar ou doméstico.












Fonte Patosonline com informações de Marconi Palmeira


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...