sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Surge outra versão para homicídio em Patos; vítima não teria ido assaltar estabelecimento

Após a divulgação de mais um homicídio na cidade de Patos, na tarde desta quinta-feira, 24, na Praça do Jardim Queiroz, tendo como vítima Ranieri Rodrigues Mendes da Silva, conhecido como Ranieri Raposa, surgiu uma nova versão para o fato vinda de populares. Ranieri já havia sido preso por roubo e envolvimento com drogas.

A primeira versão dava conta que o ex-presidiário teria tentado assaltar um mercadinho e entrado em luta corporal com a dona do estabelecimento. No entanto, segundo outra versão, não teria tido luta corporal nem tentativa de roubo.

Segundo populares, Raniere morava no bairro e sempre comprava no local. No entanto, nesta quinta, a dona não teria atendido ele, e a vítima (Raniere) teria puxado uma faca. Foi quando a dona do estabelecimento teria corrido para pedir socorro.

Segundo a primeira versão, Ranieri entrou no estabelecimento para assaltar. Ao perceber o roubo, a proprietária do estabelecimento teria entrado em luta corporal, momento em que sacou uma faca e tentou dá um golpe na mulher. Ainda segundo informações, um homem interveio e também entrou na confusão com ele, conseguindo efetuar um disparo contra a vítima que foi atingida na região do abdômen.

Mas na segunda versão, não teria havido luta corporal com ninguém. E um policial de nome ainda não revelado, que estava a paisana, teria pedido a arma branca em punho de Raniere. Ele não teria atendido ao pedido do policial. O que aconteceu depois para haver o disparo ainda não está devidamente esclarecido, pois não se sabe se houve reação do ex-presidiário.

Foi disparado um tiro que atingiu a vítima na altura do abdômen. O SAMU foi acionado, mas, ao chegar, o homem já estava sem vida.

A Polícia Civil já abriu investigação para apurar os fatos que resultaram no homicídio.






Fonte Portal 40 Graus



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...