segunda-feira, 6 de maio de 2019

Suspeito de estuprar ex-companheira e matar ex-sogra a facadas se entrega à polícia, na PB

O homem suspeito de estuprar a ex-companheira e matar a ex-sogra em Sossego, no Curimataú da Paraíba, se entregou à polícia na manhã do domingo (5). De acordo com o delegado de homicídios responsável pelo caso, Elias José, após negociação com a polícia, o suspeito se apresentou com três advogados na Delegacia de Cuité.

Segundo o delegado, Jaedson Faustino de Oliveira, de 31 anos, estava foragido desde o dia 1º de maio, após ter estuprado a ex-companheira dele e matado a ex-sogra a facadas. Ele se apresentou à polícia por volta das 9h do domingo (5).

Ainda conforme o delegado, já havia um mandado de prisão preventiva contra o homem expedido pela Justiça na sexta-feira (3). “Ele estava escondido em um sítio da zona rural de Sossego. Após negociação com a polícia por telefone, ele resolveu se entregar, mas permaneceu em silêncio na delegacia”, explicou.

O suspeito vai responder por feminicídio e estupro. Ele foi encaminhado para a Cadeia Pública de Cuité, onde permanece à disposição da Justiça.

Crime aconteceu no dia 1º de maio

A mulher foi estuprada, e a mãe dela foi morta a facadas na manhã da quarta-feira (1º), em Sossego, no Curimataú. De acordo com o delegado de plantão, Rodrigo Monteiro, o suspeito não aceitava o fim do relacionamento com a mulher.

O caso aconteceu no Sítio Timbaúba, zona rural do município. Segundo o delegado, antes de matar a ex-sogra, por volta das 20h da terça-feira (30), o suspeito invadiu a casa da ex-companheira e a forçou a ir com ele para um matagal da região.

Conforme Rodrigo Monteiro, o homem fez a ex-companheira refém durante toda a noite da terça-feira. Ainda durante o sequestro, o suspeito teria estuprado e espancado a mulher. Depois do crime, por volta das 3h, a mulher teria convencido o homem de que não o denunciaria para a polícia e então ele a deixou ir embora.

“Já por volta das 8h da manhã da quarta-feira, a mulher estava dentro de casa junto com a irmã, quando a mãe dela, que mora próximo, foi até o quintal das filhas pegar água em uma cisterna, nesse momento o suspeito já estava escondido no local e atacou a ex-sogra a facadas”, contou o delegado.

A vítima, Maria de Lurdes Rodrigues de Sousa, de 48 anos, foi atingida com pelo menos cinco golpes de faca. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. A ex-companheira do suspeito e a irmã dela presenciaram a morte da mãe.





Fonte g1 Paraiba


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...