sexta-feira, 26 de outubro de 2018

Dois homens do Sertão da PB são presos suspeitos de matar empresário no Paraguai

Dois paraibanos foram presos suspeitos de matar um empresário brasileiro em Pedro Juan Caballero, no Paraguai. Gilson Carlos Ferreira de Farias, de 41 anos, e Gildevan Pereira Lucena, de 39, foram presos na manhã desta quinta-feira (25). Gilson é natural de Paulista e Gildevan é de origem do município de Pombal.

Pedro Juan Caballero é cidade vizinha de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul. Gilson e Gildevan são suspeitos do homicídio do comerciante Paulo Dionizio Ribeiro, de 55 anos. O crime aconteceu na tarde da última sexta-feira (19), na cidade paraguaia.

Virgílio González Gómez, paraguaio, também foi detido pelos agentes antinarcóticos da Polícia Nacional. Contudo, as autoridades policiais do Paraguai não confirmou o envolvimento dele no crime contra o empresário.

A dupla paraibana estava em casas de luxo na Colônia Fortuna Guazu. Foram encontrados colchões em um dos locais, o que demonstra que o imóvel era usado para o refúgio de membros de uma facção criminosa que atua na fronteira. A polícia também apreendeu cocaína, uma caminhonete e uma pistola.

O crime
Paulo Dionizio Ribeiro era proprietário de um campo de futebol e da cafeteria e restaurante Miel & Canelas, na área central de Pedro Juan. Paulinho, como também era conhecido, recebeu uma ligação, ao chegar em casa na sexta-feira, e foi até a calçada.

Enquanto atendia ligação no celular, ele foi baleado várias vezes por dois homens que passaram em uma moto. Amigos do comerciante disseram que ele estava sendo ameaçado e que tinha contratado segurança privada.







Fonte Fonte Wscom



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...