domingo, 24 de março de 2019

Equipe do SAMU faz parto dentro de ambulância, no Vale do Piancó

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do município de Aguiar, no Vale do Piancó, realizou um parto dentro de uma ambulância na manhã da última sexta-feira, dia 22 de março.

Segundo as informações, era por volta da 23:40 quando a USB 09 do SAMU de Aguiar foi chamada para uma ocorrência no sítio Riacho Verde, local de difícil acesso e em meio à uma forte chuva, para atender uma mulher em trabalho de parto.

No percurso de volta, o condutor Alisson e a Socorrista Fátima Medeiros seguiram para o Hospital da cidade de Piancó, mas no percurso a dilatação aumentou, a bolsa estourou e a criança acabou nasceu de parto natural dentro da ambulância, antes do triângulo de Piancó.

Para a socorrista Fátima, foi um momento único e emocionante diante de tantas tragédias. "Quando atendemos uma ocorrência desta é muito gratificante. Foram realizados os procedimentos primários e o bebê nasceu bem estimulado e choroso. A mãe estava bem. Foi uma ocorrência tranquila e que deu tudo certo. Ambos seguiram para o Hospital de Piancó para a realização de cuidados secundários.” Disse Fátima.






Fonte catingueiraonline



Leia mais

Chuvas voltam a cair no Sertão do Estado e anima agricultores. Confira os índices

As chuvas voltaram a cair no Sertão do Estado deixando os agricultores animados e esperançosos para um bom inverno. De acordo com os dados,choveu bem em Teixeira na madrugada deste sábado (23) em várias outros municípios da região.

Vale do Piancó

As chuvas voltaram também ao Vale do Piancó. Na madrugada deste sábado (13), segundo a Empresa de Extensão Rural e Regularização Fundiária (EMPAER) choveu 40,5 mm em Boa Ventura; 12 mm em Ibiara; 26,2 em Conceição; 39 mm em Coremas; 27,2 mm em São José de Caiana e 14,5 em Diamante.

Choveu também em outros municípios do Vale do Piancó, mas os índices ainda não foram divulgados.

Açude de Coremas volta a pegar água

As chuvas voltaram ao Vale do Piancó. Na madrugada deste sábado (13), segundo a Empresa de Extensão Rural e Regularização Fundiária (EMPAER) choveu 40,5 mm em Boa Ventura; 12 mm em Ibiara; 26,2 em Conceição; 39 mm em Coremas; 27,2 mm em São José de Caiana e 14,5 em Diamante.

Choveu também em outros municípios do Vale do Piancó, mas os índices ainda não foram divulgados.

Na manhã deste sábado (23) o secretário de Meio Ambiente, Pesca e Recursos Hídricos de Coremas José Albertino informou que o Açude Estevam Marinho (Açude de Coremas) voltou a pegar água. “De ontem para hoje o açude pegou 8 centímetros d’água”, comemorou o secretário.

A notícia animou os sertanejos da região, pois ultimamente últimos dias tem saído água do açude, através das comportas, e não estava entrando, em virtudes das poucas e fracas chuvas caídas na região nos últimos dias. A situação é preocupante, mas o sertanejo tem esperança de que no decorrer do inverno os mananciais da região possam pegar recargas.



Índices para a região de Patos



O técnico da EMPAER Marconi Palmeira Filho informa a pluviometria das últimas chuvas ocorridas nos municípios do regional entre os dias 22 e 23/03/19 (últimas 24 horas) e acumulados do ano 2019

Palmeirão (oficial) (próximo a Vila dos Lagos em Patos): 0,0 mm

Acumulado do ano: 270,0 mm

Areia de Baraúnas (oficial): 15,2 mm

Acumulado do ano: 317,4 mm

Cacimba de Areia (oficial): não informado

Acumulado do ano: 454,5 mm

Catingueira (oficial): 0,0 mm

Acumulado do ano: 504,7 mm

Junco do Seridó (oficial): 4,6 mm

Acumulado do ano: 229,0 mm

Mãe d'água(oficial): 42,2 mm

Acumulado do ano: 400,8 mm

Malta (oficial): 22,4 mm

Acumulado do ano: 340,8 mm

Passagem (oficial): não informado

Acumulado do ano: 412,4 mm

Patos (oficial) (pluviômetro na Embrapa): não informado

Acumulado do ano: 347,0 mm

Quixaba (oficial): não informado

Acumulado do ano: 298,2 mm

São José de Espinharas (oficial): não informado

Acumulado do ano: 371,3 mm

São José do Sabugi (oficial): 0,0 mm

Acumulado do ano: 237,7 mm

Salgadinho (oficial): 0,0 mm

Acumulado do ano: 303,3 mm

Santa Luzia (oficial): 21,6 mm

Acumulado do ano: 315,9 mm

São José do Bonfim (oficial): não informado

Acumulado do ano: 371,1 mm

São Mamede (oficial): não informado

Acumulado do ano: 367,9 mm

Santa Teresinha (oficial): 0,7 mm

Acumulado do ano: 393,8 mm

Várzea (oficial): 0,0 mm

Acumulado do ano: 254,4 mm









Fonte folhapatoense
Dados oficiais da EMPAER




Leia mais

sábado, 23 de março de 2019

Parede do Açude Cachoeira dos Cegos é reparada após parceria da Prefeitura de Catingueira com o DER

A Prefeitura de Catingueira fechou uma parceria o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) para a realização de reparos da parede do Açude Cachoeira dos Cegos. Na oportunidade, também foi melhorada a estrada que dá acesso ao referido local.

Tanto a estrada quanto a parede se encontravam danificadas por conta do fluxo de caminhões pipas que captavam água quase diariamente do local para abastecer diversas cidades do sertão paraibano.

O prefeito Odir Borges disse que em conversa com o senhor Marciel, do DER, conseguiu fechar a parceria para a realização do serviço. Os reparos começaram pela estrada que dá acesso ao açude e neste sábado, dia 23 de março, as maquinas chegaram até a parede do Açude Cachoeira dos Cegos.

Segundo o prefeito, o DER disponibilizou um caminhão pipa e quatro caçambas, enquanto que a prefeitura entrou com duas máquinas, uma motoniveladora (Patrol), uma Pá Carregadeira (Enchedeira) e acomodações aos funcionários.

O serviço foi acompanhado pelo Secretário de Infraestrutura Humberto Pires que avaliou como positivo o trabalho. Segundo Humberto, o trabalho deverá ser concluído nos próximos dias.







Fonte CatingueiraOnline



Leia mais

Suspeito de matar marceneiro na PB afirma que vítima abusava de enteada

Suspeito de matar o marceneiro Ivanildo de Sousa na última terça-feira (19), um adolescente se entregou e confessou o crime. Ele namora a enteada da vítima e afirmou que a morte foi planejada devido aos abusos sofridos pela garota.

O garoto afirmou à polícia que Ivanildo abusava sexualmente da adolescente desde a sua infância, além de ter comportamento agressivo com demais familiares. Ainda segundo o adolescente, a mãe soube dos estupros mas não acionou a polícia ou buscou medidas para evitar.

De acordo com o delegado responsável, Danilo Orengo, a mãe vai ser acionada por omissão. A Polícia também busca o segundo envolvido no homicídio, já que duas pessoas invadiram a residência.

Entenda

Um marceneiro foi assassinado na última terça-feira (19) enquanto jantava em sua residência em São Sebastião de Lagoa de Roça. Dois homens entraram na casa e atiraram em Ivanildo, além de dar golpes de faca. Eles fugiram em seguida. O crime chegou a ser tratado como latrocínio, mas foi constatado que os suspeitos não levaram nada.







Fonte MaisPB



Leia mais

Acidente envolvendo três motos deixa três feridos no centro de Patos

Por volta de 01h da madrugada deste sábado (23) no cruzamento da Rua Leôncio Wanderley com Vereador Joaquim Leitão, um acidente envolvendo três motocicletas deixou três pessoas feridas.

Segundo as informações uma das motos, que seguia na Leôncio Wanderley, ao ultrapassar o sinal, que neste horário fica no pisca-alerta, se chocou com outra moto que vinha na Rua Vereador Joaquim Leitão. Uma terceira motocicleta vinha atrás e o motoqueiro, ao desviar a colisão, acionou o freio dianteiro e caiu.

Três viaturas do Samu atenderam a ocorrência. A 4° Companhia de Policiamento de Trânsito (4° CPTran) também esteve no local.

As três vítimas, cujos nomes ainda não foram divulgados, foram conduzidas pelo Samu para o Complexo Hospitalar Patoense em estado geral regular.









Fonte
Folhapatoense




Leia mais

sexta-feira, 22 de março de 2019

Roberto Santiago tentou atrapalhar investigações da 'Xeque-Mate', diz Polícia Federal

Após a audiência de custódia, ele foi levado para 1º Batalhão de Polícia Militar, no Centro da capital.
Preso na terceira etapa da Operação Xeque-Mate, na manhã desta sexta-feira (22), o empresário Roberto Santiago estava atuando para atrapalhar as investigações. A informação foi dada pela Polícia Federal (PF) em entrevista coletiva. Segundo o delegado Fabiano Emídio, responsável pela investigação, uma testemunha relatou uma tentativa de cooptação por parte de Santiago. A ação desta sexta teve como foco um esquema de fraudes em licitação na prefeitura de Cabedelo.

Segundo o delegado Fabiano Emídio, o depoimento de uma testemunha foi um dos pontos que embasaram a prisão de Santiago. “Prefiro não revelar nomes. Ele teria enviado emissários para uma determinada pessoa. Essa pessoa veio até nós para dizer que a intenção era de que eventuais delatores não delatassem o nome dele. Isso é um indício a mais que reforça essa medida importante, que é a prisão preventiva”, pontuou o delegado.

Santiago foi preso em casa no bairro do Bessa, levado para a sede da Polícia Federal, de onde foi levado para audiência de custódia no Fórum Criminal de João Pessoa no fim da manhã. Após a audiência, ele foi levado para o 1º Batalhão de Polícia Militar, no Centro da capital. “Mesmo não possuindo curso superior, foi acordado que, por uma questão de organização prisional e segurança, encaminhar o custodiado para um dos Batalhões da Polícia Militar”, explicou o juiz substituto da 2ª Vara da Comarca de Cabedelo, Henrique Jorge Jácome de Figueiredo, que conduziu a audiência.

O empresário não pode receber visitas de pessoas que não sejam familiares e advogados. A medida, segundo o Tribunal de Justiça, pretende visa evitar a ingerência de pessoas envolvidas no processo judicial.

Controle em licitações

O empresário é apontado pela Polícia Federal e pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba, como membro da vertente financeira de uma organização criminosa que foi objeto de medidas judiciais na primeira e segunda fases da operação. Santiago foi apontado em depoimentos, durante as investigações, como o responsável pelos pagamentos que resultaram na compra do mandato do ex-prefeito Luceninha, ato que seria a o pontapé inicial do esquema, iniciado coma posse de Leto Viana (PRP) na prefeitura.

De acordo com a Polícia Federal, Santiago teria participação em fraudes em licitação, apontando as empresas vencedoras em troca de benefícios pessoais. Os contratos investigados, com duas empresas, superam a quantia de R$ 42 milhões. Os investigadores não falaram quais seriam especificamente os ganhos de Santiago.

“Nestas licitações, princípios primários, como impessoalidade e moralidade não existem. As licitações são direcionadas, essa foi a realidade de Cabedelo. A fraude era por meio de direcionamento, de participação de empresas que fazem parte de um mesmo grupo”, disse o promotor Rafael Lima Linhares na entrevista coletiva que detalhou a ação.

Operação em dois estados

A operação desta sexta-feira contou com a participação de 65 Policiais Federais, sendo realizado o cumprimento de 11 mandados de busca e apreensão nas residências dos investigados, nos Estados da Paraíba e Rio Grande do Norte, além do mandado de prisão preventiva contra Santiago.

Foram sequestrados 20 imóveis dos investigados, avaliados em mais de R$ 6 milhões. As ordens foram expedidas pela 1ª Vara Criminal da Justiça Estadual de Cabedelo/PB.

Os investigados responderão pelos crimes de formação de organização criminosa, lavagem de dinheiro, corrupção ativa e fraude licitatória, cuja penas, somadas, poderão chegar a mais de 30 anos de reclusão.







Fonte JHONATHAN OLIVEIRA - JORNAL DA PARAIBA



Leia mais

MPF ajuíza 38ª ação contra ex-prefeito da região de Patos

O Ministério Público Federal (MPF) em Patos (PB) ajuizou a 38ª ação, no âmbito da Operação Dublê, contra o assessor parlamentar e ex-prefeito do município de Cacimba de Areia, no Sertão paraibano, Inácio Roberto de Lira Campos. A nova denúncia contra ele, conhecido como Betinho Campos, foi motivada por irregularidades na execução de obras de unidade e posto de saúde, além de maternidade, passagem molhada e casa de cultura.

De acordo com o Ministério Público, as irregularidades ocorreram de janeiro a março de 2012 e envolveram R$ 583.002,20. Para o MPF, Betinho Campos praticou o delito previsto no artigo 1º, inciso I, do Decreto-Lei 201/67: apropriar-se de bens ou rendas públicas, ou desviá-los em proveito próprio ou alheio.

Além da aplicação da pena privativa de liberdade, em montante a ser proposto em alegações finais, o Ministério Público Federal requer à Justiça a aplicação da perda de cargo, emprego, função pública ou mandato eletivo do réu, como efeito da condenação (artigo 92, inciso I, alínea a, do Código Penal 1); a fixação do valor mínimo para reparação dos danos causados pela infração, considerando os prejuízos causados aos cofres públicos (artigo 387, inciso IV, CPP), no valor atualizado de R$ 991.278,64 como forma de se viabilizar o efeito da condenação previsto no artigo 91, inciso I, do Código Penal; bem como a inabilitação, pelo prazo de cinco anos, para o exercício de cargo ou função pública, eletivo ou de nomeação (art. 1º, § 2º, DL n. 201/67).

Ações ajuizadas e condenações

Das 38 ações ajuizadas pelo MPF em Patos contra Betinho Campos no âmbito da Operação Dublê – com investigações envolvendo desvios de recursos –, 15 foram penais, 20 de improbidade administrativa, duas cautelares penais e uma de sequestro de bens.

Até a presente data, o réu obteve condenações perante a Justiça Federal em apenas três processos: 0000256-28.2016.4.05.8205, 0800561-28.2015.4.05.8200 e 0003197-75.2007.4.05.8201. Ele recorreu e atualmente encontra-se em liberdade.







Fonte Portal WSCOM



Leia mais

Polícia Militar faz operação e apreende motos em Catingueira

Uma operação realizada pela Polícia Militar na noite desta quinta-feira, dia 21 de fevereiro, na cidade de Catingueira, apreendeu cinco motos que se encontravam com algum tipo de irregularidade.

Segundo o Sargento Ronaldo Almeida, destas motos, quatro estavam com o emplacamento atrasado e uma era de leilão.

A operação teve a frente o Tenente Guedes e contou com a participação de oito homens da polícia militar e quatro viaturas.






Fonte catingueiraonline



Leia mais

Secretaria de Educação de Catingueira realiza formação para cuidadores de alunos com necessidades especiais

Durante a tarde da última terça-feira, dia 19 de março, a Pedagoga Rita de Cassia Feitosa Alves esteve no CIEC (Centro Integrado de Educação de Catingueira) Maria Celeste/João Luiz, realizando uma formação para os cuidadores dos alunos com necessidades especiais da escola.

Rita de Cassia é formada em Pedagogia e Educação Especial, com especialização em Novas Tecnologias e estudos de mestrado em Educação Especial, participou também na política de inclusão no Brasil.

Estiveram presentes na formação, além dos cuidadores dos alunos com necessidades especiais, a Cecília Eufraso e o Argemirio Remigio, professores responsáveis pela Sala de AEE (Atendimento Educacional Especializado)

Os cuidadores são os profissionais presentes nas salas de aulas regulares que tem alunos com necessidades especiais, dando apoio pedagógico a esses alunos.

A formação se deu para preparar e formar os profissionais a trabalharem com cada individualidade dos alunos especiais, eles conheceram as estratégias de como trabalhar juntamente com o professor regular com cada aluno afim de que esses alunos se socializem com os demais, participem das aulas e também aprendam, respeitando os limites de suas deficiências.

A escola conta hoje com 05 (cinco) alunos com laudos de necessidades especiais, dentre essas necessidades estão: Portadores de Síndrome de Down, Autismo, Surdez, Atividade Irritativa e Paralisia Cerebral.

Rita de Cassia finalizou a formação agradecendo o convite e parabenizando a Secretaria de Educação pela iniciativa tanto da criação da Sala de AEE, assim como a preocupação de formar os cuidadores para que eles façam um trabalho de qualidade.





Fonte Por Ascom



Leia mais

Maior chuva dos últimos 20 anos deixa moradores desabrigados em Pocinhos, na PB

A maior chuva nos últimos 20 anos deixou moradores desabrigados em Pocinhos. Um dilúvio atingiu a cidade localizada no Agreste paraibano, próxima a Campina Grande, na tarde desta quinta-feira (21). Em apenas uma hora choveu 100 mm no município segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas (AESA).

A chuva forte acompanhada de ventania, provocou alagamentos em bairros inteiros. A água invadiu casas, igrejas e outros estabelecimentos, causando grande prejuízo e deixando moradores desabrigados.

Uma ponte que dá acesso a um bairro ficou danificada com a enxurrada. De acordo com informações do jornalista Ubiratan Cirne, a prefeitura liberou uma escola pública municipal para abrigar as pessoas desalojadas no município.

Pocinhos vinha sofrendo com a escassez de água há muito tempo e a chuva desta quinta foi a maior dos últimos 20 anos.

Há também informações de chuvas em outras cidades do entorno como Puxinanã, Montadas, Areal, e parte de Lagoa Seca. Nos videos abaixo é possível ter uma dimensão da intensidade da chuva e dos estragos provocados.





Fonte pbagora



Leia mais

Empresário Roberto Santiago, dono dos Shoppings Manaira e Mangabeira, é alvo de mandado de prisão

O empresário Roberto Santiago, proprietário dos shoppings Manaíra e Mangabeira, em João Pessoa, é alvo de mandado de prisão preventiva, na manhã desta sexta-feira (22), na terceira fase da Operação Xeque-Mate, deflagrada pela Polícia Federal e Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba (MPPB). Roberto Santiago estava na lista de denunciados desde a primeira fase da operação, ocorrida em abril do ano passado. Na época, o empresário negou, por meio de nota à imprensa, que tivesse participado de qualquer esquema criminoso.

A nova etapa da Xeque-Mate conta com a participação de 65 policiais federais e inclui ainda o cumprimento de 11 mandados de busca e apreensão em residências de pessoas investigadas, na Paraíba e no Rio Grande do Norte. A Justiça determinou ainda o sequestro de 20 imóveis, avaliados em mais de R$ 6 milhões.

Conforme a Polícia Federal, o objetivo desta fase da operação é coibir um esquema de corrupção e fraudes licitatórias referentes aos contratos de manejo de resíduos sólidos (coleta de lixo) da Prefeitura de Cabedelo, na Grande João Pessoa. Os contratos investigados superam a quantia de R$ 42 milhões.

As ordens da terceira fase da Operação Xeque-Mate foram expedidas pela 1ª Vara Criminal da Justiça Estadual de Cabedelo/PB. Os investigados responderão pelos crimes de formação de organização criminosa, lavagem de dinheiro, corrupção ativa e fraude licitatória, cuja penas, somadas, poderão chegar a mais de 30 anos de reclusão.

Entenda o caso

A primeira fase da Operação Xeque-Mate aconteceu no dia 3 de abril do ano passado, após a Justiça decretar o afastamento cautelar do cargo de 85 servidores públicos de Cabedelo. O então prefeito, Leto Viana; o presidente da Câmara Municipal, Lúcio José; e os vereadores Jacqueline Monteiro (esposa de Leto), Tércio Dornelas, Júnior Datele e Antônio do Vale foram presos. Apesar de não ter sido detido, o vice de Leto Viana, Flávio de Oliveira, também foi afastado da gestão.

No mesmo mês, a PF ainda prendeu uma prima de Leto, Leila Viana, que atuava na Secretaria de Finanças do Município; Inaldo Figueiredo, da comissão que analisava imóveis que poderiam ser comprados pela prefeitura; Marcos Antônio Silva dos Santos; Gleuryston Vasconcelos Bezerra Filho; e Adeildo Bezerra Duarte.

A Polícia Federal informou que investigações comprovaram a participação das principais autoridades públicas do município em esquema que teria os ajudado a conquistar patrimônios muito acima do condizente com suas rendas. “Somente na aquisição de imóveis nos últimos cinco anos, verificou-se que um agente político envolvido no esquema movimentou mais de R$ 10 milhões à margem do sistema financeiro oficial”, divulgou a PF.

Também foram detectados funcionários fantasmas da prefeitura e da Câmara Municipal que recebiam salários de até R$ 20.000 e entregavam a maior parte para as autoridades locais, ficando de fato com valores residuais. As investigações ainda constataram doações fraudulentas de imóveis do patrimônio público municipal, bem localizados e de alto valor, para empresários locais sem que houvesse critérios objetivos para a escolha do beneficiado.

Segunda fase
Em 19 de julho, foi deflagrada a segunda fase da Operação Xeque-Mate, com o cumprimento de mandados de busca e apreensão e do sequestro de aplicações e ativos financeiros no valor de R$ 3,1 milhões. O objetivo era ressarcir os cofres públicos.

Um dos locais onde foram cumpridas ordens judiciais foi o escritório do radialista e comunicador Fabiano Gomes. A ele, foram impostas medidas cautelares. Uma delas determinava que Fabiano comparecesse à Justiça uma vez por mês para assinar documentos.

Em 22 de agosto, por desobedecer a medida, Fabiano Gomes foi preso. Após audiência de custódia, ele foi levado para a Penitenciária Dr. Romeu Gonçalves de Abrantes, o PB1, em Jacarapé. Fabiano Gomes acabou solto em 26 de setembro, por decisão do Tribunal de Justiça da Paraíba.


Fonte



Leia mais

quinta-feira, 21 de março de 2019

Força-tarefa da Lava Jato prende Michel Temer e faz buscas por Moreira Franco

A Força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro prendeu, na manhã desta quinta-feira (21), Michel Temer, ex-presidente da República. Os agentes ainda tentam cumprir um mandado contra Moreira Franco, ex-ministro de Minas e Energia. Os mandados foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio.

Desde quarta-feira (20), a Polícia Federal (PF) tentava rastrear e confirmar a localização de Temer, sem ter sucesso. Por isso, a operação prevista para as primeiras horas da manhã desta quinta-feira atrasou.

Michel Temer (PMDB) foi o 37º presidente da República do Brasil. Ele assumiu o cargo em 31 de agosto de 2016, após o impeachment de Dilma Rousseff, e ficou até o final do mandato, encerrado em dezembro do ano passado.

Eleito vice-presidente na chapa de Dilma duas vezes consecutivas, Temer chegou a ser o coordenador político da presidente, mas os dois se distanciaram logo no começo do segundo mandato.

Formado em direito, Temer começou a carreira pública nos anos 1960, quando assumiu cargos no governo estadual de São Paulo. Ao final da ditadura, na década de 1980, foi deputado constituinte e, alguns anos depois, foi eleito deputado federal quatro vezes seguidas. Chegou a ser presidente do PMDB por 15 anos.

O ex-presidente Michel Temer responde a dez inquéritos. Cinco deles tramitavam no Supremo Tribunal Federal (STF), pois foram abertos à época em que o emedebista era presidente da República e foram encaminhados à primeira instância depois que ele deixou o cargo. Os outros cinco foram autorizados pelo ministro Luís Roberto Barroso em 2019, quando Temer já não tinha mais foro privilegiado. Por isso, assim que deu a autorização, o ministro enviou os inquéritos para a primeira instância.

Entre outras investigações, Temer é um dos alvos da Lava Jato do Rio. O caso, que está com o juiz Marcelo Bretas, trata das denúncias do delator José Antunes Sobrinho, dono da Engevix. O empresário disse à Polícia Federal que pagou R$ 1 milhão em propina, a pedido do coronel João Baptista Lima Filho (amigo de Temer), do ex-ministro Moreira Franco e com o conhecimento do presidente Michel Temer. A Engevix fechou um contrato em um projeto da usina de Angra 3.





Fonte G1 - GLOBO.COM



Leia mais

Catingueira realiza no dia 02 de abril 5ª Conferencia Municipal de Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde de Catingueira, em parceria com o Conselho Municipal de Saúde, estará realizando no dia 02 de abril a 5ª Conferência Municipal de Saúde com o tema: Democracia e Saúde. Saúde como Direito, Consolidação e Financiamento do SUS.

A Conferencia será realizada no ginásio de esportes Djalma Leite e terá início previsto para as 08hrs. Os palestrantes serão José Leudo, Paulo Sérgio e Marivalda.

“A Conferência é a oportunidade em que os cidadãos podem opinar e apresentar propostas para melhorar a saúde do nosso município. É um espaço democrático onde a gestão dialoga com os usuários do sistema. A participação da população é de suma importância”. Afirmou Ruclenato Gomes, Secretário Municipal de Saúde.










Fonte portalcatingueira



Leia mais

Adolescente de 14 anos é morto com cinco tiros em Alhandra

Um adolescente de 14 anos foi morto com cinco tiros na noite da quarta-feira (20), em Alhandra, no Litoral Sul da Paraíba. De acordo com o delegado plantonista da Polícia Civil, Fábio Pontes, o corpo da vítima foi encontrado com quatro perfurações de arma na cabeça e uma no corpo.

O corpo do adolescente foi encontrado por volta das 20h20, na Praça do Oiteiro. A Polícia Civil foi acionada ao local pela Polícia Militar, que isolou a área para a realização da perícia.

“O adolescente iria completar 15 anos agora em abril. Segundo moradores da região, ele já estava ameaçado de morte e teria passado um tempo em João Pessoa. Ao retornar para Alhandra, foi encontrado morto com cinco tiros”, disse o delegado.

O corpo do adolescente foi encaminhado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de João Pessoa. Até as 9h30 desta quinta-feira (21), as informações da polícia eram de que nenhum suspeito do crime havia sido identificado.





Fonte Por G1 PB




Leia mais

Polícia prende suspeito de assassinar vereador na PB

A Polícia Civil da Paraíba prendeu nessa quarta-feira (20) um homem de 31 anos suspeito de assassinar o vereador Adelmo Teobaldo Farias, do município de Camalaú. A prisão ocorreu em Custódia, Pernambuco, sendo cumprida por mandado de prisão preventiva, da Comarca de Monteiro, no Cariri paraibano.

Conforme a polícia, a prisão foi realizada por meio do Batalhão Especializado de Polícia do Interior de Pernambuco, em um trabalho integrado com a 14ª Delegacia de Polícia Civil da Paraíba.

O caso
O vereador Adelmo Farias, de Camalaú, foi morto por dois homens em uma motocicleta, quando retornava para casa no dia oito de setembro de 2018. De acordo com as investigações, o homem que foi preso e um comparsa, já identificado pela polícia, foram os executores. O outro suspeito já havia sido preso em dezembro do ano passado.





Fonte Por Mayara Oliveira



Leia mais

Tribunal de Contas julga hoje contas de sete prefeituras

As prestações de contas das prefeituras municipais de Barra de São Miguel, Barra de Santa Rosa e Santa Helena, relativas ao exercício de 2017 - processos decorrentes do acompanhamento da gestão, Campina Grande de 2016, Teixeira e Sobrado referentes a 2015 entram na pauta de julgamento do Tribunal de Contas do Estado para a sessão ordinária desta quarta-feira (20), sob a presidência do conselheiro Arnóbio Alves Viana.

Constam na pauta mais cinco recursos oriundos dos municípios de Cachoeira dos Índios, Cacimba de Dentro, Manaíra, Bom Sucesso e Aroeiras, interpostos por ex-prefeitos e presidentes de câmaras de vereadores, face decisões do Tribunal de Contas consubstanciadas em acórdãos e pareceres. As contas da Cagepa relativas a 2016 e uma consulta formulada pelo Tribunal de Justiça da Paraíba, sobre o sistema de remuneração dos servidores públicos daquele Poder também serão analisadas pela Corte de Contas.

O colegiado aprecia ainda dois processos avocados da 1ª Câmara Deliberativa, Com vistas à um verificação de cumprimento de decisão, referente aos acórdãos AC1-TC – 04494/15 e AC1-TC – 03225/16, a respeito da inabilitação de autoridades, processos decorrentes do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de Caldas Brandão.

O Tribunal Pleno do TCE-PB reúne-se, ordinariamente, às quartas-feiras, a partir das 9 horas, no Plenário João Agripino Filho, sede do TCE, em sessão aberta ao público, com transmissões ao vivo, acessadas pelo Portal do TCE-PB e TV TCE-PB (Canal no Youtube).





Fonte Ascom TCE



Leia mais

Meteorologistas preveem fortes chuvas na PB nos próximos dias

Os meteorologistas Alexandre Magno, gerente executivo de Monitoramento Hidrométrico e Pluviometria da Aesa e Flaviano Fernandes, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), preveem nos próximos dias na Paraíba chuvas que podem ampliar a capacidade atual dos mananciais paraibanos.

Segundo Alexandre, a esperança do paraibano, principalmente o homem do campo, está nas chuvas previstas pela meteorologia para os próximos dias. “As maiores chuvas para recarga (dos açudes) começam agora, na segunda quinzena de março, e a expectativa é bem favorável”, disse o meteorologista.

Assim também pensa Flaviano Fernandes, do Inmet, onde lembrou que, para os próximos três dias, a tendência é de pancadas isoladas em todo o Estado, principalmente no Sertão e no interior. “No Litoral, só chuva fraca e isolada”, disse.

Atualmente mais de metade dos açudes da Paraíba está com menos de 20% da capacidade de armazenamento. Isso significa que, dos 126 mananciais monitorados pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado (Aesa-PB), 70 estão nestas condições.







Fonte
 PBagora




Leia mais

quarta-feira, 20 de março de 2019

Morador de rua apedrejado em Patos não resiste e morre no hospital

O morador de rua Wellington Gérson da Conceição, de 32 anos, que foi apedrejado em Patos na madrugada do domingo (17) não resistiu e morreu no começo da noite desta quarta-feira (10) no Complexo Hospitalar Patoense.

O crime

Por volta de 1h30min do domingo, moradores da Rua Professor José Araújo, precisamente por trás do banco de leite da Maternidade de Patos, ouviram os gritos de um morador de rua que estava sendo apedrejado.

Wellington Gérson da Conceição, conhecido por Nego Wellington e também por “Zuelto”, de 32 anos, foi violentamente apedrejado. Os agressores, segundo informações, eram dois homens, que fugiram e não se tem informações sobre eles.

Uma moradora, que pediu para não ser identificada, disse que ligou para o Samu e a Polícia Militar, mas tanto um como o outro só chegaram por volta das 5 horas. “Quando soube que o homem já havia sido agredido a polícia pediu para que a gente ligasse para o Samu para que o socorro já fosse providenciado enquanto uma viatura se dirigia ao local, daí ligamos para o Samu e demoraram demais para que a ambulância chegasse no local. Polícia e Samu, os dois demoraram”, disse a denunciante.

Nego Wellington foi levado para o Complexo Hospitalar Patoense em estado grave. Ficou internado na área vermelha e chegou a ser cogitada a transferência dele para o Hospital de Trauma de Campina Grande, o que não aconteceu, O morador de rua sofreu pedradas na cabeça e por todo o corpo.

Ele morava na rua, catava materiais recicláveis e os comercializava para comprar drogas, pois era usuário, segundo informou um dos moradores da localidade. Há uma informação de que ele praticava pequenos furtos pelo bairro. A família dele mora no Jardim Redenção, em Patos.





Fonte Folha Patoense



Leia mais

Famílias vivem aflição enquanto aguardam IML de Patos identificar corpos de 2 jovens que morreram no grave acidente ocorrido em Catingueira

Quase quatro meses após o grave acidente que vitimou 5 jovens em Catingueira, dois corpos ainda aguardam identificação no IML da cidade de Patos, para posteriormente serem liberados para as famílias realizarem seus sepultamentos.

O acidente aconteceu no dia 03 de dezembro de 2018 e, desde então, os corpos estão no IML de Patos. Familiares entraram em contato recentemente com o IML, e a resposta que obtiveram de funcionários do órgão foi que existe uma fila com 20 corpos na frente dos jovens para serem identificados. Ainda segundo as famílias, o IML não deu prazo para liberação dos corpos.

Os corpos que aguardam identificação são do professor Gilbamar Gomes e do estudante Cleiton Silva. Ambos morreram carbonizados. Os corpos de Eduardo Pereira e Diego David foram identificados pela arcada dentária poucos dias após o acidente.

Nesta quarta-feira, dia 20 de março, dezenas de pessoas compartilharam um texto que seria da mãe de Cleiton. Na mensagem, a mãe mostra aflição e angustia e pede ajuda na liberação do corpo do seu filho.

O acidente

O trágico acidente aconteceu no dia 03 de dezembro de 2018, por volta de 01 hora da madrugada na BR-361, a cerca de 4 km’s do centro de Catingueira. No total, cinco pessoas morreram

Quatro jovens se dirigiam da cidade de Emas até Catingueira em um carro. O motorista do veículo, o professor Gilbamar Gomes, colidiu de frente com um caminhão ao tentar desviar de um jumento que estava morto na pista. Com a colisão, o carro se incendiou e todos os ocupantes morreram carbonizados. Outro jovem vinha em uma motocicleta logo atrás do veículo também se envolveu no acidente. Willian Lucena foi socorrido com vida e encaminhado até o hospital regional de Patos, mas não resistiu e faleceu dia 07 de dezembro.












VEJA TAMBÉM:


Acidente próximo a Catingueira deixa quatro jovens mortos


Divulgado os nomes dos quatro jovens que morrem em acidente próximo a Catingueira


Fotos mostram local do acidente que deixou 4 mortos e 3 feridos em Catingueira.


Numol de Patos libera dois corpos do acidente ocorrido em Catingueira


Velório dos jovens mortos em acidente atrai multidão em Catingueira





Fonte Portal Catingueira







Leia mais

MP ajuíza ação de improbidade contra prefeita por contratação de ‘fantasma’

O Ministério Público da Paraíba ajuizou uma ação de improbidade administrativa (AIA) contra a prefeita de São Bentinho, Giovana Leite Cavalcanti Olímpio, por contratação de servidor “fantasma”.

De acordo com o promotor de Justiça, Leidimar Almeida Bezerra, o crime foi admitido pelo próprio beneficiário, que ocupou o cargo em comissão de diretor do Departamento de Vigilância em Saúde Básica, recebendo verbas públicas, sem exercer a função, de fato.

De acordo com o promotor, Ivanildo Wanderley de Andrade, que também está sendo processado na mesma AIA, confessou os atos de improbidade administrativa praticados juntamente com a prefeita.

Ele teria sido nomeado com o objetivo de quitar, com dinheiro público, uma dívida particular contraída pelo pai da prefeita, ex-prefeito do Município, Ivan Olímpio de Almeida, no montante de R$ 40 mil, pela compra de bovinos.

O representante do MPPB relata na AIA que o segundo promovido aceitou a “oferta” da prefeita, e foi nomeado em junho de 2013 para o cargo público, recebendo remuneração mensal no valor de R$ 920,00, sem, no entanto, nunca ter trabalhado.

O fato perdurou até o mês de setembro de 2014, quando o segundo promovido foi exonerado do cargo em comissão, através de portaria. Conforme apurou o inquérito civil público ICP nº 005.2016.000835, instaurado pela Promotoria, Ivanildo chegou a receber R$ 15.333,34.

“Como se vê, trata-se, na verdade, da velha política dos funcionários ‘fantasmas’, em que o gestor municipal, fraudando a lei que exige o concurso público, nomeia para os chamados “cargos de confiança” pessoas com o intuito de beneficiá-las, sem que estas pessoas sequer desempenhem funções no Município. A trama foi desvendada quando o segundo promovido, irresignado porque havia sido exonerado antes da quitação total da dívida, compareceu a esta Promotoria e noticiou o fato, acompanhado da documentação comprobatória, descrevendo o ato ímprobo com riqueza de detalhes”, afirma o promotor, na AIA.

Diante do dano material e moral causado pela atitude da dupla, o promotor Leidimar Pereira ajuizou a ação de improbidade, requisitando à Justiça, como medida liminar e sem a oitiva dos réus, a indisponibilidade de bens dos processados, a notificação dos mesmos para apresentação de defesa, em até 15 dias, a intimação do Município afetado para contestar o pedido ou atuar ao lado do promovente, o reconhecimento da procedência do pedido, com a declaração da prática de ato de improbidade administrativa pelos réus e a devida condenação destes nas sanções do art. 12 da Lei nº 8.429/92.






Fonte MaisPB



Leia mais

Secretaria de Educação de Catingueira adere a 6ª Edição da Olimpíada de Língua Portuguesa

Alunos do 5º ao 9º do ensino fundamental do CIEC – Maria Celeste/João Luiz participarão da 6ª Edição da Olimpíada de Língua Portuguesa.

A Olimpíada é um concurso de produção de textos para alunos de escolas públicas de todo o país. Uma iniciativa do Ministério da Educação e integra as ações desenvolvidas pelo programa Escrevendo o Futuro.

O tema das produções é “O lugar onde vivo” que propicia aos alunos estreitar vínculos com a comunidade e aprofundar o conhecimento sobre a realidade local, contribuindo para o desenvolvimento de sua cidadania. A categoria para o texto dos alunos do 5º ano é o poema, para os alunos dos 6º e 7º ano é Memórias Literárias e para os alunos dos 8º e 9º ano a categoria é a Crônica.

Até 09 de agosto professores do 5º ano e das disciplinas de Língua Portuguesa do 6º ao 9º ano realizarão oficinas com os alunos para a produção dos textos. A direção da escola juntamente com a equipe pedagógica, organizaram as comissões julgadoras para classificar as produções que representarão a escola na Olímpiada.

Dia 22 de Setembro as produções de texto deverão ser enviadas e no dia 28 de novembro sairá a seleção das 32 produções de textos vencedoras





Fonte Por Ascom



Leia mais

Dupla invade residência e mata marceneiro na frente de família

Um marceneiro foi assassinado a tiros na noite dessa terça-feira (19) em São Sebastião de Lagoa da Roça, Agreste da Paraíba. Encapuzados, os suspeitos também feriram a vítima com golpes de faca nas costas e na cabeça.

A dupla chegou a anunciar assalto, mas de acordo com a Polícia Civil, o objetivo dos homens era assassinar o marceneiro, identificado como Ivanildo de Souza Demétrio. No momento do homicídio, a esposa e duas filhas da vítima estavam em casa e testemunharam o crime.

De forma violenta, ele ainda teve uma das orelhas decepadas. Ainda não há informações sobre a identidade dos suspeitos, que fugiram logo depois da ação.







Fonte MaisPB



Leia mais

terça-feira, 19 de março de 2019

TCE mantém suspensos pregões de três Prefeituras

A 2ª Câmara do Tribunal de Contas da Paraíba referendou, à unanimidade, em sessão ordinária nesta terça-feira (19), medidas cautelares expedidas pelo conselheiro Nominando Diniz determinando a suspensão de quatro procedimentos licitatórios de três prefeituras – Belém do Brejo do Cruz, Catolé do Rocha e Lagoa. São dois pregões destinados à aquisição de combustíveis e dois para compra de alimentos.

No exame dos processos 03156/19 e 03161/19, o colegiado manteve suspensos os pregões 00006/2019 e 00008/2019, ambos da prefeitura de Belém do Brejo do Cruz, destinados à compra gêneros alimentícios (pães, bolos, bolachas, torradas, tortas e broas), para atender as diversas secretarias do município.

Para ambos os procedimentos, o órgão auditor apontou irregularidades relativas a contratos com duração superior à vigência dos créditos orçamentários sem suporte legal; exigência de certidão negativa de recuperação judicial por parte do licitante, na fase de habilitação; e proibição do envio de propostas e documentação por via postal.

As outras duas cautelares referendadas e igualmente expedidas com base em relatórios da Auditoria mantêm suspensos os pregões 00093/2018 (processo 03160/19) e 00005/2019 (processo 03171/19), lançados respectivamente pelas prefeituras de Catolé do Rocha e Lagoa para contratar fornecimento de combustíveis.

O edital do pregão da prefeitura de Catolé do Rocha, conforme identificou o órgão auditor, contém exigência da contratação de empresa de fornecimento do combustível em Campina Grande, distante 300 quilômetros do município realizador do certame.

No edital de Lagoa seca, duas das irregularidades apontadas são a elevação injustificada de despesas com combustíveis em comparação com o exercício financeiro anterior e invalidade jurídica das cláusulas de reajuste de preços apresentadas.

Prazo para defesa – O colegiado concedeu prazo de 15 dias aos gestores dos três municípios para defesa e justificativas acerca das irregularidades apontadas pelo órgão auditor ao analisar os procedimentos e determinou a republicação dos editais, com as devidas correções apontadas nos relatórios de Auditoria.

Do mesmo relator e após exame dos autos do processo nº 01295/19, o colegiado suspendeu medida cautelar que havia sustado licitação do Fundo Municipal de Saúde de João Pessoa, na modalidade pregão eletrônico, destinado a contratar fornecimento de peças e serviços de manutenção preventiva e corretiva de equipamentos odontológicos da rede de saúde bucal do município.

A 2ª Câmara realizou sua sessão número 2938 para exame, além de licitações e contratos, de processos referentes à verificação de cumprimento de decisões anteriores da Corte, de recursos de reconsideração, de representações e denúncias, e de atos de pessoal relativos a pedidos de aposentadorias e pensões de servidores públicos.

Presidida pelo conselheiro Nominando Diniz, a sessão foi realizada com as presenças do conselheiro André Carlo Torres Pontes, e dos conselheiros substitutos Antônio Cláudio Silva Santos e Oscar Mamede Santiago Melo, além da procuradora Sheyla Barreto Braga de Queiroz, que atuou pelo Ministério Público de Contas.







Fonte MaisPB



Leia mais

Polícia Ambiental apreende mais de 200 aves silvestres na zona rural de Piancó

A 3° Companhia de Polícia Ambiental desarticulou um criatório de pássaros silvestres e apreendeu nesse domingo (17) mais de 200 aves no sítio Agreste, zona rural do município de Piancó.


Ao todo, cerca de 230 canários em condições de maus-tratos foram apreendidos dentro de gaiolas. Na residência onde eles estavam, a polícia identificou 11 pessoas responsáveis pela criação.

Com a chegada dos policiais, outros ainda conseguiram fugir pelo mato, já os demais, foram presos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Piancó, onde serão autuados pelo crime de maus-tratos.

Segundo previsto na legislação ambiental em vigor, os responsáveis responderão administrativamente pelo crime, podendo chegar a pagar uma multa de R$ 48.500,00.

Os animais foram levados para um centro veterinário, e após os procedimentos serão soltos e devolvidos à natureza.








Fonte BVOnline




Leia mais

Ex-Secretária Livânia recebe 2ª voz de prisão em 48h e tem visitas restringidas

Nova prisão preventiva foi decretada pelo desembargador Ricardo Vital, também solicitada pelo Ministério Público estadual referente a Operação Calvário I

O juiz Adilson Fabrício manteve, nessa segunda-feira (18), durante audiência de custódia, a ex-secretária estadual de Administração, Livânia Farias, presa. A ex-auxiliar do Governo do Estado também recebeu voz de prisão referente a um processo que, segundo o advogado Solon Benevides, corria em segredo de justiça referente a uma caixa que teria sido entregue a ela com dinheiro de suposto esquema de propina da Cruz Vermelha.

A nova prisão preventiva foi decretada pelo desembargador Ricardo Vital, também solicitada pelo Ministério Público estadual referente a Operação Calvário I, que investiga o recebimento de propina pela Cruz Vermelha, responsável pela gestão do hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.

“O fundamento da prisão cautelar na garantia da ordem pública tem por objetivo, outrossim, e no caso, impedir que a denunciada continue delinquindo e, consequentemente, trazer proteção à própria comunidade, coletivamente valorada”, destacou o desembargador Ricardo Vital em sua decisão.

Livânia Farias vai permanecer recolhida na 6ª Companhia da Polícia Militar, em Cabedelo. Também ficou determinada a proibição de visitas de qualquer pessoa que não sejam parentes de primeiro e segundo graus e dos advogados. Nenhuma autoridade política poderá visitar a ex-gestora, que terá escolta feita apenas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

O advogado de Livânia Farias, destacou que a defesa está tranquila e provará inocência da ex-secretária. “Tomamos conhecimento agora (da segunda voz de prisão). Vamos estudar o processo e vê as medidas judiciais cabíveis em favor da nossa cliente. Vamos conseguir restabelecer a verdade dos fatos porque nada do que foi dito pelo Ministério Público tem procedência”, afirmou Solon Benevides.

Livânia Farias foi presa na tarde do último sábado, no aeroporto Castro Pinto, na Grande João Pessoa, quando chegava de Belo Horizonte (MG), onde estava em viagem com a família. A ex-secretária é suspeita de corrupção por envolvimento no que o Ministério Público classifica como organização criminosa, envolvendo a Cruz Vermelha filial do Rio Grande do Sul, Organização Social que gerencia hospitais no Estado.

Após a prisão, a Justiça decretou o bloqueio de bens da ex-secretária, por meio de decisão que veio em conjunto com o mandado de prisão. Entre os bens bloqueados estão uma casa comprada no município de Sousa no valor de R$ 400 mil e um carro de luxo, uma BMW. Além disso, foi determinado o sequestro de todos os veículos que estiverem no nome da ex-gestora.

Após a prisão da ex-auxiliar, o Estado divulgou uma nota afirmando que a detenção “causou estranheza”. No mesmo texto, foi incluída uma carta assinada por Livânia, na qual ela pedia exoneração do cargo e afirmando ter sido “supreendida” com a decisão judicial.

Operação Calvário
As investigações da Operação Calvário são conduzidas pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) e pela Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e Improbidade Administrativa (CCRIMP), do Ministério Público da Paraíba (MPPB).

A Operação Calvário apura a atuação de uma organização criminosa responsável por desviar R$ 1,1 bilhão a partir de fraudes em contratos firmados junto à unidades de saúde. Corrupção, lavagem de dinheiro e peculato estão entre os crimes praticados pela quadrilha.

Espaço aberto
Com a vaga aberta depois do pedido de exoneração de Livânia Farias, abre-se a possibilidade para uma convocação de um deputado estadual ou até mesmo o convite para um ex-deputado assumir a pasta, a exemplo de Lindolfo Pires (Podemos). O governador João Azevêdo (PSB) deve tratar esse assunto ainda esta semana. Nessa segunda-feira (18), o socialista reuniu a base governista da Assembleia Legislativa na Granja Santana. O objetivo seria tratar estratégias de defesa do governo diante da Operação Calvário.





Fonte Por André Gomes



Leia mais

Dois municípios da região de Patos registram chuva nas últimas 24 horas. Veja os demais índices

O técnico da EMPAER Marconi Palmeira Filho informa a pluviometria das últimas chuvas ocorridas nos municípios do regional entre os dias 18 e 19/03/19 (últimas 24 horas) e acumulados do ano 2019




Veja abaixo


Palmeirão (oficial) (próximo a Vila dos Lagos em Patos): 0,0 mm
Acumulado do ano: 269,4 mm

Areia de Baraúnas (oficial): não informado
Acumulado do ano: 302,2 mm

Cacimba de Areia (oficial): 0,0 mm
Acumulado do ano: 454,5 mm

Catingueira (oficial): 27,0 mm
Acumulado do ano: 504,7 mm

Junco do Seridó (oficial): 3,2 mm
Acumulado do ano: 218,9 mm

Mãe d'água(oficial): 0,0 mm
Acumulado do ano: 355,3 mm

Malta (oficial): 0,0 mm
Acumulado do ano: 318,4 mm

Passagem (oficial): não informado
Acumulado do ano: 412,4 mm

Patos (oficial) (pluviômetro na Embrapa): 0,0 mm
Acumulado do ano: 346,7 mm

Quixaba (oficial): não informado
Acumulado do ano: 298,2 mm

São José de Espinharas (oficial): 27,6 mm
Acumulado do ano: 367,6 mm

São José do Sabugi (oficial): 0,0 mm
Acumulado do ano: 234,7 mm

Salgadinho (oficial): 4,4 mm
Acumulado do ano: 273,0 mm

Santa Luzia (oficial): 0,9 mm
Acumulado do ano: 285,4 mm

São José do Bonfim (oficial): 0,0 mm
Acumulado do ano: 367,1 mm

São Mamede (oficial): 1,0 mm
Acumulado do ano: 367,6 mm

Santa Teresinha (oficial): 0,0 mm
Acumulado do ano: 363,4 mm

Várzea (oficial):0,0 mm
Acumulado do ano: 241,7 mm









Fonte Dados oficiais da EMPAER



Leia mais

Adolescente posta foto com arma ameaçando fazer massacre em escola no Sertão da PB

A Polícia Civil está investigando um adolescente que teria postado na quinta-feira (14), em um Grupo de Whatsapp de alunos de uma escola particular no Sertão da Paraíba, uma foto onde ele exibia uma arma, onde aparece na legenda: "PARTIU, FAZER MASSACRE NO (NOME DO COLÉGIO)" (sic).

Um dos alunos teria mostrado a imagem a sua mãe, que enviou para a polícia, que abriu uma investigação para apurar o fato.

A postagem aconteceu 1 dia depois que um jovem e um adolescente invadiram uma escola estadual na cidade de Suzano (SP), e juntos assassinaram 8 pessoas, em sua maioria alunos entre 15 e 18 anos.

A reportagem decidiu não divulgar a cidade nem tão pouco o nome da escola para não atrapalhar as investigações.




Fonte SertãoInformado




Leia mais

Lívia Valéria é recebida com festa em Patos e desfila pela cidade em caminhão dos Bombeiros. [VÍDEO]

A cantora mirim Lívia Valéria chegou em Patos, no Sertão do Estado, por volta das 20h da noite desta segunda-feira (18). Ela foi eliminada do programa The Voice Kids, da Rede Globo, no último domingo (17) e foi recepcionada na cidade onde nasceu.

Depois de chegar de viagem, a menina de 12 anos desfilou em um caminhão do Corpo de Bombeiros pelas principais ruas da cidade. Carregando uma bandeira do município de Patos, Lívia Valéria demonstrou o orgulho que sente por sua terra natal.

Pelas redes sociais, Lívia Valéria agradeceu o apoio que recebeu durante o programa e a forma como tem sido acolhida. “Que recepção maravilhosa meu povo lindo. A carreata foi incrível, é muito bom receber todo esse carinho. Sem palavras pra expressar tamanha gratidão. Obrigada meu Deus por tudo e a todas as pessoas que me receberam. Esse é só o começo, amo vocês beijo grande”, publicou a jovem cantora.

Por onde passava a menina era aplaudida e parada para fotos. Ela ainda desceu do caminhão do Corpo de Bombeiros para dar uma palhinha e cantar para os fãs.










Fonte clickpb



Leia mais

Ministério Público pede que Google e WhatsApp removam imagens da boneca 'Momo'

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) notificou o Google e o WhatsApp para que removam das redes sociais conteúdos que exibam imagens da Boneca Momo. Imagens da boneca têm sido utilizadas por criminosos da internet para convencer crianças e jovens a aplicarem golpes, como roubos de dados e extorsão, além de tentarem incentivar que crianças e adolescentes cometam suicídio.

Momo é uma boneca com olhos esbugalhados, pele pálida e um sorriso sinistro. Ela ficou famosa em diversos países, depois de ser disseminada em um vídeo.

Na Bahia, a notificação ao Google e ao WhatsApp foi feita por meio do Núcleo de Combate a Crimes Cibernéticos (Nucciber).

A cidade de João Pessoa registrou um caso de extorsão, onde criminosos usavam a imagem da boneca Momo para aplicar golpes.






Fonte clickpb



Leia mais

segunda-feira, 18 de março de 2019

Audiência de custódia mantém prisão de ex-secretária estadual Livânia e proíbe visitas políticas

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba decidiu nesta segunda-feira (18) manter a prisão da agora ex-secretária de Administração do Estado, Livânia Farias. Ela foi presa no último sábado (16), ao desembarcar em João Pessoa, vinda de Minas Gerais. Na audiência de custódia, no início da tarde, o juiz Adilson Fabrício comunicou à ex-auxiliar do governador João Azevêdo (PSB) que ela estava sendo presa, também, em decorrência de um segundo processo movido pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB). Ao todo, foram dois mandados de prisão.

Esta segunda denúncia diz respeito à caixa de vinho com dinheiro, que teria sido pago pela Cruz Vermelha Brasileira. O ex-assessor da Secretaria de Administração, Leandro Nunes Azevêdo, disse ao Grupo de Atuação Especial de Combate à Corrupção (Gaeco), que teria recebido quase R$ 900 mil em propinas a mando de Livânia. A notificação sobre o segundo mandado de prisão chegou ao conhecimento do juiz ainda durante a primeira audiência de custódia. As duas decisões foram proferidas pelo desembargador Ricardo Vital de Almeida, presidente da primeira Câmara Criminal.

Com isso, Livânia vai permanecer na carceragem da 6ª Companhia da Polícia Militar, em Cabedelo. Ela foi proibida de receber visitas políticas. Ela só poderá ser visitada por por parentes de primeiro e segundo graus, além dos advogados responsáveis pela defesa. A ex-secretária também não poderá ser visitada pelo comandante da Polícia Militar da Paraíba, coronel Euller Chaves. O ato não será permitido nem em caráter de inspeção. Até a escolta, quando necessária, só poderá ser feita pelos policiais militares que atuam no Ministério Público da Paraíba. Durante a audiência, ela preferiu ficar calada.

Livânia é acusada do recebimento de propinas pagas por dirigentes da Cruz Vermelha Brasileira filial Rio Grande do Sul. A instituição, em conjunto com o Instituto de Psicologia Clínica, Educacional e Profissional (IPCEP), administrou recursos da ordem de R$ 1,1 bilhão entre 2011 e 2018. Elas são responsáveis pela gestão dos hospitais de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, Metropolitano Dom José Maria Pires e o Regional de Mamanguape. Depoimento do ex-assessor da secretaria de Administração, Leandro Nunes de Azevêdo, preso na segunda etapa da operação Calvário, indicou que Livânia teria recebido mensalão de R$ 80 mil ao longo dos últimos anos.





Fonte blogs.jornaldaparaiba - Suetoni Souto



Leia mais