Facebook

Maranhão aposta na manutenção da aliança entre RC e Cássio, e justifica

Diferente do passado, presidente do PMDB não tem dúvidas que racha não vai acontecer
O presidente estadual do PMDB, diferente do que vinha afirmando nas suas últimas entrevistas, não acredita mais em um rompimento entro do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e o governador Ricardo Coutinho (PSB). Em entrevista nesta sexta-feira (24), o peemedebista enumerou alguns fatores que impendem o tucano de deixar a aliança com o socialista.

“Cássio está renovando a cada dia a solidariedade a Ricardo Coutinho. Afinal de contas, ele está incrustado no Governo do Estado com seis secretarias. Fica difícil a ele se reposicionar com essa clientela política tão vasta”, argumentou. De acordo com José Maranhão, se o tucano tem algum motivo para romper relacionamento com o governador, só Cássio cabe a Cássio dizer qual é. No entanto, o peemedebista disse que, na prática, não ver nenhum fato concreto que o faça acreditar em racha entre os dois aliados.

Racha interno - Ainda durante entrevista, Maranhão disse que também não acredita em saída do seu sobrinho, Benjamim Maranhão do PMDB.

“Eu acho que isso não vai acontecer, pois, Benjamim é de uma família que tem tradição peemedebista. Uma saída dele seria extremamente prejudicial para a vida pública dele deixar o partido inopinadamente”, afirmou.




Fonte: Roberto Targino - MaisPB



Tecnologia do Blogger.