quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Polícia Federal prende o governador Luiz Fernando Pezão em mais uma etapa da Lava Jato

O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, foi preso, na manhã desta quinta-feira (29), no Palácio Laranjeiras, residência oficial do chefe do estado. Pezão foi levado preso às 7h30 do Palácio Laranjeiras para o prédio da Polícia Federal (PF), no centro do Rio de Janeiro.

A operação é baseada na delação premiada de Carlos Miranda, operador financeiro do ex-governador Sergio Cabral. Entre outras coisas, Carlos Miranda detalhou o pagamento de mesada de R$ 150 mil para Pezão na época em que ele era vice do então governador Sérgio Cabral. A ação é mais uma etapa da Lava Jato no Rio de Janeiro.

Também houve pagamento de 13º de propina e ainda dois pagamentos de R$ 1 milhão como prêmio.

A operação é chamada de Boca de Lobo. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), Pezão recebeu cerca de R$ 25 milhões entre 2007 e 2015. Em valores atualizados, seriam R$ 39 milhões. “Valor absolutamente incompatível com o patrimônio do emedebista declarado à Receita Federal”, disse o MPF.

O dinheiro teria saído de empreiteiras e de empresas fornecedoras do governo. Além de Pezão, outras oito pessoas tiveram prisão preventiva decretada e 30 mandados de prisão estão sendo cumpridos. Entre elas, José Iran Peixoto Junior, secretário de Obras. Pezão foi secretário de Obras no governo de Sérgio Cabral, que se encontra preso.







Fonte agência brasil


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...